Aplicação de um modelo matemático na simulação da produção e importação de gás natural no Brasil até 2017

Antonio Carlos Gracias, Sérgio Ricardo Lourenço

Resumo


O governo federal, por meio de política de desenvolvimento, pretende ampliar a participação do gás natural na matriz energética nos próximos anos. Essa ampliação irá produzir um aumento da capacidade de abastecimento de energia elétrica com uso da geração de energia térmica com gás natural. Um modelo matemático capaz de possibilitar uma previsão futura do consumo e importação de gás natural é fundamental para o planejamento da matriz energética do Brasil. Este trabalho compara dois modelos matemáticos, o modelo de Verhulst (modelo logístico) e o modelo de Malthus (modelo exponencial), com o objetivo de analisar as possibilidades desses modelos descreverem a evolução da produção e importação de gás natural no Brasil até 2017, a partir dos dados fornecidos pelo Balanço Energético Nacional desde 1970 até 2007. Toda parte computacional, gráficos, resolução das equações diferenciais e cálculos de linearização e método dos mínimos quadrados, foi feita com o uso do software MatLabÒ. Os resultados obtidos, por meio de gráficos, mostram que os modelos de dinâmica populacional (Verhulst e Malthus) podem ser aplicados na modelagem da produção e importação de gás natural do Brasil.

Palavras-chave


Modelo de Malthus, Modelo de Verhulst; modelagem matemática; gás natural

Texto completo:

ARTIGO ♪AUDIO♪


DOI: https://doi.org/10.14488/1676-1901.v10i3.666

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


R. Eletr. de Eng. de Produção e Correlatas - ISSN 1676-1901 Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. © 2002 / Todos os direitos reservados Associação Brasileira de Engenharia de Produção (ABEPRO) Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).                           Contato: producaoonline@gmail.com