mtm como ferramenta para redução de custos - O taylorismo aplicado com sucesso nas empresas de hoje

Olívio Novaski, Miguel Sugai

Resumo


Hoje é comum buscar soluções diversas para alcançar uma maior produtividade e diminuição de custos. Um fator inelástico e de baixa oferta é o tempo. Quando o foco de diminuição de custos se dirige à economia de tempo, somos obrigados a rever os estudos de Taylor e seus seguidores.
Atualmente há muitas empresas no mundo que utilizam o MTM (Methods-Time Measurement), um sistema de tempos pré-determinados desenvolvido por Maynard, Schwab e Stergemerten em 1948, que tem por base os estudos e princípios de Taylor descritos na Administração Científica. A experiência dessas empresas é de sucesso em produtividade, com efetiva diminuição de custos.
O objetivo desse artigo é fazer uma breve revisão histórica dos estudos que levaram à formação do MTM, como também as suas atuais aplicações na indústria, especialmente no que diz respeito à redução de custos de produção. É um sistema que deve ser encarado, portanto, como diferencial competitivo para a empresa, sendo a sua aplicação uma decisão estratégica.
Este artigo é o primeiro dentro de uma série que será produzida pelo grupo de trabalho que atua no NMQ – Núcleo de Manufatura e Gestão da Qualidade, um grupo de pesquisadores dentro da Faculdade de Engenharia Mecânica da Unicamp que atuam com temas atuais em gestão da produção e manufatura.

Palavras chaves: MTM (Methods-Time Measurement), taylorismo, produtividade.


Texto completo:

ARTIGO


DOI: https://doi.org/10.14488/1676-1901.v2i2.606

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


R. Eletr. de Eng. de Produção e Correlatas - ISSN 1676-1901 Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. © 2002 / Todos os direitos reservados Associação Brasileira de Engenharia de Produção (ABEPRO) Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).                           Contato: producaoonline@gmail.com