Avaliação do risco ambiental utilizando FMEA em um laticínio na região de Lavras – MG

Autores

  • Amanda Cássia Nogueira Universidade Federal de Lavras
  • Alexandre de Paula Peres Universidade Federal de Lavras
  • Ellen Moraes Carvalho Universidade Federal de Lavras

DOI:

https://doi.org/10.14488/1676-1901.v11i1.543

Palavras-chave:

FMEA, gestão ambiental, laticínio, risco ambiental, estudo de caso

Resumo

Uma metodologia que vem sendo paulatinamente empregada na avaliação do risco ambiental durante o processo produtivo é o FMEA (do inglês – Failure Mode and Effect Analysis), definida como uma ferramenta que busca em princípio, evitar ou minimizar as chances do produto ou processo falhar, aumentando assim a sua confiabilidade. Considerando que o impacto ambiental gerado por um laticínio apresenta diversos riscos em potencial, este método foi empregado na avaliação do risco ambiental durante o processamento de queijos em um laticínio da região de Lavras – MG. Um levantamento das entradas e saídas de cada operação do processo foi feito e as saídas que apresentaram risco ambiental foram analisadas utilizando-se um formulário para aplicação do método. Ações foram sugeridas de acordo com as mesmas, colaborando para a diminuição da probabilidade do risco ambiental gerado ocorrer à medida que estas ações foram sendo aplicadas, contribuindo para um processo mais sustentável e eficiente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Amanda Cássia Nogueira, Universidade Federal de Lavras

Graduanda em Engenharia de Alimentos pela Universidade Federal de Lavras.

Alexandre de Paula Peres, Universidade Federal de Lavras

Professor Dr. do Departamento de Ciência dos Alimentos da Universidade Federal de Lavras.

Publicado

2010-11-21

Como Citar

Nogueira, A. C., Peres, A. de P., & Carvalho, E. M. (2010). Avaliação do risco ambiental utilizando FMEA em um laticínio na região de Lavras – MG. Revista Produção Online, 11(1), 194–209. https://doi.org/10.14488/1676-1901.v11i1.543

Edição

Seção

Artigos