A customização em massa na construção civil: um estudo no subsetor de edificações

João Tomé de Araujo Filho, Maria de Lourdes Barreto Gomes

Resumo


Este artigo aborda a utilização da estratégia de customização em massa na construção civil, subsetor edificações, em que elementos da produção convencional convivem, no mesmo canteiro de obras, com elementos da produção customizada; e objetiva verificar como se dá este processo de customização e qual o seu reflexo na cadeia de suprimentos. Verifica também a aplicação da estratégia de postponement como condição necessária ou agente facilitador no sentido de prover um produto o mais adequado possível às expectativas de cada comprador. O subsetor de edificações é um dos mais importantes da economia e seus reflexos vão além de um simples produto imobiliário. Como se sabe, a importância e o impacto desta atividade sobre o ambiente econômico permeiam toda a cadeia produtiva. Os instrumentos utilizados foram a pesquisa bibliográfica e a pesquisa de campo. Esta última, realizada em três edifícios residenciais, na cidade de Campina Grande, Paraíba. Os resultados estão relacionados aos aspectos que contribuem para o novo enfoque e ao ponto de desacoplamento, a partir do qual as especificações do cliente são levadas em conta no processo construtivo. Verificou-se que elementos só recentemente encontrados na literatura já se fazem presentes nas edificações pesquisadas.


Palavras-chave


customização em massa, personalização, construção civil, cadeia de suprimentos, SCM

Texto completo:

ARTIGO ♪AUDIO♪ COMO CITAR


DOI: https://doi.org/10.14488/1676-1901.v10i2.433

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


R. Eletr. de Eng. de Produção e Correlatas - ISSN 1676-1901 Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. © 2002 / Todos os direitos reservados Associação Brasileira de Engenharia de Produção (ABEPRO) Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).                           Contato: producaoonline@gmail.com