Sustentabilidade em shoppings centers: a fusão entre uma ferramenta de marketing verde e uma estratégia de vantagem competitiva

Kaique Dias Bento

Resumo


A pesquisa tem por objetivo identificar as práticas de eficiência operacional adotadas por um shopping center da Região Metropolitana do Recife - PE, correlacionando-as como uma ferramenta estratégica de marketing verde para obtenção de vantagem competitiva. Foi utilizada a observação direta sistemática e o método de entrevista não-estruturada. Os resultados mostraram que, em tal empreendimento, as questões ambientais tornaram-se um estímulo para a inovação tecnológica, em processos e no aprimoramento das técnicas de gerenciamento. Tais aspectos estão em sintonia com o que preconiza a literatura da área, a qual descreve que as empresas que investem em ações de vanguarda enxergam no segmento verde oportunidades para o desenvolvimento de produtos e tecnologias inovadoras, que podem resultar em vantagem competitiva lastreada pela eficiência operacional. Conclui-se que as práticas utilizadas pelo shopping correspondem a uma estratégia de processo produtivo mais limpo (P+L), que pode ser visto como uma atitude de proatividade em relação à eficiência no uso dos recursos de produção, configurando, dessa forma, uma vantagem competitiva sustentável.

Palavras-chave


Shopping Center. Eficiência energética. Eficiência Operacional. Produção Mais Limpa.

Texto completo:

PDF ♪ÁUDIO♪

Referências


ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE SHOPPINGS CENTERS. Números do setor. 2019. Disponível em: . Acesso em: 22 abr. 2019.

BARROS NETO, J. P.; FENSTERSEIFER, J. E.; FORMOSO, C. T. Os Critérios Competitivos da Produção: um Estudo Exploratório na Construção de Edificações. RAC, v. 7, n. 1, 67-85, 2003.

BENTO, K. D. Marketing verde, eficiência planejada e vantagem competitiva: o Sistema de gestão ambiental do Shopping Riomar Recife - PE sob a ótica da resource-based view. In: Congresso Internacional de Administração, 29., Natal, RN. Anais... ADMPG, 2016b.

BENTO, K. D. Sustentabilidade e marketing 3.0 como estratégias de obtenção de vantagem competitiva: o estudo de caso de um hotel na cidade de João Pessoa - PB. In: Encontro Nacional de Engenharia de Produção, 36., João Pessoa, PB. Anais... ENEGEP, 2016a.

BRENDLER, E.; BRANDLI, L. Integração do sistema de gestão ambiental no sistema de gestão de qualidade em uma indústria de confecções. Gest. Prod., v. 18, n. 1, p. 27-40, 2011.

DAHLSTROM, R. Gerenciamento de marketing verde. São Paulo: Cengage Learning, 2011.

DANFOSS. Shopping economiza 35% de energia. 2016. Disponível em: . Acesso em: 15 mar. 2019.

GINSBERG, J. M.; BLOOM, P. Choosing the right green marketing strategy. MIT Sloan Management Review, v. 46, n. 1, p. 79-84, 2004.

GRUPO JCPM. Shopping RioMar Recife. 2016. Disponível em: . Acesso em: 15 mar. 2019.

HART, S. L. A natural-resource-based view of the firm. Academy of Management Review, v. 20, n. 4, p. 986-1014, 1995.

HEDRON. RioMar Shopping de Recife. 2014. Disponível em: . Acesso em: 20 abr. 2019.

JOVCHELOVITCH, S.; BAUER, M. Entrevista narrativa. In: BAUER, M. W.; GASKELL, G. (Ed.). Pesquisa qualitativa com texto, imagem e som: um manual prático. Petropólis: Vozes, 2004.

KARKOTLI, G.; ARAGÃO, S. D. Responsabilidade social: uma contribuição à gestão transformadora das organizações. 5. ed. Petrópolis: Vozes, 2012.

LAVILLE, C.; DIONNE, J. A construção do saber: manual de metodologia da pesquisa em ciências humanas. Porto Alegre: Artes Médicas; Belo Horizonte: UFMG, 1999.

LIU, J. et al. Análise de Tecnologias Sustentáveis no Condomínio de Shopping Centers: Caso Shopping Hortolândia. In: LARES, 16., São Paulo. Anais..., São Paulo, 2016.

MALHOTRA, N. K. Pesquisa de Marketing – uma orientação aplicada. 6 ed. Porto Alegre: Bookman, 2011.

MATTOS, P. A entrevista não-estruturada como forma de conversação: razões e sugestões para sua análise. Revista de Administração Pública - RAP, v. 39, n. 4, p. 823-847, 2005.

McDANIEL, S. W.; RYLANDER, D. Strategic green marketing. Journal of Consumer Marketing, v. 10, n. 3, p. 4-10, 1993.

MERA, C. A. El etiquetado ecológico: un análisis de su utilización como instrumento de marketing. Tese (Doutorado em Administração de Empresas), Universidade de Extremadura, Badajoz, Espanha, 2003.

MINAYO, M. C. S. (Org.). Pesquisa social: teoria, método e criatividade Petrópolis, RJ: Vozes, 2011.

MOREIRA, C. V. Marketing Verde como propensa vantagem competitiva sustentável de uma organização. Revista Foco, v. 8, n. 2, p. 133-144, 2015.

MUYLAERT, C. J. et al. Entrevistas narrativas: um importante recurso em pesquisa qualitativa. Rev Esc Enferm USP, v. 48, n. 2, p. 193-199, 2014.

ORSATO, R. J. Competitive environmental strategies: when does it pay to be Green? California Management Review, v. 48, n. 2, p. 127-143, 2006.

ORSATO, R. J. Posicionamento ambiental estratégico: identificando quando vale a pena investir no verde. REAd, v. 8, n. 6, 2002.

POLONSKY, M. J. A stakeholder theory approach to designing environmental marketing strategy. The Journal of Business & Industrial Marketing, v. 10, n. 3, p. 29-46, 1995.

PORTER, M. E. Competição – Estratégias competitivas essenciais. 13 ed. Rio de Janeiro: Campus/Elsevier, 1999.

PORTER, M. E. Estratégia competitiva: técnicas para análise de indústrias e da concorrência. Rio de Janeiro: Campus, 2004.

QUEIROZ, P. V. Mensuração do consumo de energia elétrica: algoritmo para detecção de potenciais usuários da termoacumulação como alternativa para deslocamento de carga. Dissertação (Mestrado em Metrologia), Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 2011.

ROCHA, A. P. Obra RioMar - Eficiência planejada. 2013. Revista Techne, v. 193, n. 1. Disponível em: . Acesso em: 22 jul. 2019.

ROCHA, S. Sustentabilidade em grande escala e estilo. 2012. Disponível em: . Acesso em: 20 jul. 2019.

ROHRICH, S.; CUNHA, J. C. da. A proposição de uma taxonomia para análise da gestão ambiental no Brasil. Revista de Administração Contemporânea, v. 8, n. 4, p. 81-97, 2004.

SALGADO, C. C. R.; COLOMBO, C. R. Sistema de Gestão Ambiental no Verdegreen Hotel – João Pessoa/PB: Um estudo de caso sob a perspectiva da Resource-Based View. RAM - Revista de Administração Mackenzie, v. 16, n. 15, p. 195-225, 2015.

SANTOS, J. G.; CARNEIRO, V. C. V.; RAMALHO, A. M. C. Sustentabilidade e produção mais limpa: um estudo sobre as implicações na vantagem competitiva empresarial. Revista Metropolitana de Sustentabilidade - RMS, v. 5, n. 2, p. 34-48, 2015.

SANTOS, G.; SEHNEM, S. Analysis of the practices aimed at sustainability at a shopping mall from Santa Catarina, according to the guidelines of the Global Reporting Initiative (GRI). Systems & Management, v. 11, n. 2, p. 216-227, 2016.

SCHENINI, P. C. et al. Marketing Verde como uma abordagem estratégica frente ao novo perfil de consumo. Caderno Profissional de Marketing - UNIMEP, v. 2, n. 1, p. 12-24, 2014.

SILVA, M. C.; FORTE, S. Estratégias de Criação de Valor Compartilhado a Serem Adotadas diante de Cenários Prospectados para a Indústria da Construção Civil no Ceará. Future Studies Research Journal, v. 8, n. 3, 227-254, 2016.

SILVEIRA, M. P.; ALVES, J. N.; FLAVIANO, V. Os desafios da implantação de um Sistema de Gestão Ambiental: estudo de caso em uma indústria de laticínios. R. gest. sust. ambient., v. 2, n. 2, p. 88-106, 2013.

SHOPPING PATTEO. Informações técnicas. 2017. Disponível em: . Acesso em: 20 jul. 2019.

VERGARA, S. C. Projetos e relatórios de pesquisa em administração. 16. ed. São Paulo: Atlas, 2016.

VIEIRA, F. A.; FROTA, M. N.; SOUZA, R. C. Thermo-accumulation: an effective alternative for increasing the Power load factor in electricity retailing. Proceedings of the International Congress for Architecture and Technology, Frankfurt, Alemanha, 2010.

YIN, R. K. Estudo de Caso: planejamento e métodos. Porto Alegre: Bookman, 2005.




DOI: https://doi.org/10.14488/1676-1901.v20i3.4049

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


R. Eletr. de Eng. de Produção e Correlatas - ISSN 1676-1901 Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. © 2002 / Todos os direitos reservados Associação Brasileira de Engenharia de Produção (ABEPRO) Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).                           Contato: producaoonline@gmail.com