Gestão de processos em pequenas empresas: resultados de uma pesquisa-ação em uma fábrica de óculos de madeira no Rio de Janeiro

Bruno Baptista Blanco

Resumo


As pequenas empresas são bastante relevantes no cenário nacional, seja pela representatividade em quantidade ou pelo papel que exercem socialmente e economicamente. Porém, tradicionalmente, essas organizações enfrentam dificuldades que tornam a sua gestão complexa e desafiante. Sendo assim, como uma forma de contribuir para práticas melhores de gestão em pequenos negócios, este trabalho teve como objetivo conhecer e apresentar os impactos de projetar e gerenciar processos produtivos nessas empresas. Trata-se, portanto, de uma pesquisa qualitativa com método de pesquisa-ação aplicado em uma empresa de pequeno porte. Buscou-se entender como gerenciar processos diante das especificidades desse tipo de empresa e se essa abordagem pode trazer benefícios para esses negócios. Como resultados da pesquisa foram encontrados a melhoria no desempenho geral dos processos produtivos, além da identificação da influência de algumas dessas especificidades na implementação da gestão de processos, principalmente a escassez de recursos financeiros, humanos e de tempo.


Palavras-chave


Pequenas empresas; gestão de processos; BPM; Pesquisa-ação; fábrica

Texto completo:

PDF ♪ÁUDIO♪

Referências


ANDERSON, A. R.; ULLAH, F. The condition of smallness: how what it means to be small deters firms from getting bigger. Management Decision, v. 52, n. 2, p. 326–349, 2014.

ALBUQUERQUE, J. De. Flexibilidade e modelagem de processos de negócio: uma relação multidimensional. RAE-Revista de Administração de Empresas, v. 52, n. 3, p. 313–329, 2012.

CAUCHICK MIGUEL, P. A. C. et al. Metodologia de Pesquisa em Engenharia de Produção e Gestão de Operações. Rio de Janeiro: Elsevier, 2010.

CHONG, S. Business process management for SMEs: an exploratory study of implementation factors for the Australian wine industry. Journal of Information Systems and Small Business, v. 1, n. 1, p. 41–58, 2007.

COX III, James F.; SPENCER, Michael S. Manual da Teoria das Restrições. Porto Alegre: Bookman, 2002. 280 p.

DAVENPORT, T. H. Reengenharia de Processos. Rio de Janeiro: Ed. Campus, 1994.

GOLANN, B. Achieving Growth and Responsiveness: Process Management and Market Orientation in Small Firms. Journal of Small Business Management, v. 44, n. 3, p. 369–385, 2006.

HAMMER M.; CHAMPY, J. Reengenharia: repensando a empresa em função dos clientes, da concorrência e das grandes mudanças da gerência. Rio de Janeiro: Ed. Campus, 1994.

IMANIPOUR, N.; TALEBI, K.; REZAZADEH, S. Business Process Management (BPM) Implementation and Adoption in SMEs: Inhibiting Factors for Iranian E-Retail Industry. Journal of Knowledge and Process Management, p. 1–18, 2012.

MCCORMACK, K. Business process orientation: do you have it? Quality Progress, v. 34, n. 1, p. 51–60, 2001.

MIZUMOTO, F. M. et al. O impacto de capital humano, capital social e práticas gerenciais na sobrevivência de empresas nascentes: um estudo com dados de pequenas empresas no Estado de São Paulo. Revista de Administração da USP, v. 45, n. 4, p. 343-355, 2010.

OLIVEIRA, O. Pequena empresa no Brasil: um estudo de suas características e perspectivas. Integração, v. 12, nº 44, p. 5–15, 2006.

PAIM, R.; CARDOSO, V.; CAULLIRAUX, H.; CLEMENTE, R. Gestão de processos: pensar, agir e aprender. Porto Alegre: Bookman, 2009. 328 p.

RIBEIRO, A. B. Fatores que impactam o desempenho de pequenas empresas. 2008. 379 p. Tese (Doutorado em Engenharia de Produção). Universidade Federal do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro.

Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE) & Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE). Anuário do Trabalho na Micro e Pequena Empresa - 2015. São Paulo, 2017. Disponível em: .

SLACK, Nigel. Vantagem competittiva em manufatura: atingindo competitividade nas operações industriais. São Paulo: Atlas, 1993.

THIOLLENT, Michel. Pesquisa-ação nas organizações. 2º edição. São Paulo: Atlas, 2009.

TORRES, O. The SME concept of Pierre-André Julien: an analysis in terms of proximity. Piccola Impresa/Small Business, nº 2, p. 1–12, 2004.

TORRES, O.; JULIEN, P.-A. Specificity and Denaturing of Small Business. International Small Business Journal, v. 23, n. 4, p. 355–377, 2005.

VOGEL, J.; WOOD, T. Práticas gerenciais de pequenas empresas industriais do Estado de São Paulo: um estudo exploratório. Revista de Empreendedorismos e Gestão de Pequenas Empresas, v. 1, n. 2, p. 117–140, 2012.

WELSH, J.; WHITE, J. A small business is not a little big business. Harvard Business Review, n. 81411, 1981.




DOI: https://doi.org/10.14488/1676-1901.v20i3.4010

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


R. Eletr. de Eng. de Produção e Correlatas - ISSN 1676-1901 Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. © 2002 / Todos os direitos reservados Associação Brasileira de Engenharia de Produção (ABEPRO) Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).                           Contato: producaoonline@gmail.com