Orientação estratégica para o mercado: um estudo de caso no sistema crédito cooperativo sicredi do rio grande do sul

Verner Luis Antoni, Cláudio Damacena, Roberto Luis Frumi

Resumo


Estudos desenvolvidos em diferentes culturas e organizações apontam uma forte relação
entre orientação para o mercado e desempenho organizacional. Partindo desse pressuposto,
o artigo descreve como ocorre a orientação para o mercado numa organização de serviços
que tem com premissa básica uma visão sistêmica de organização sustentada por uma
filosofia associativa, o Sistema de Crédito Cooperativo Sicredi. A partir de uma abordagem
qualitativa e quantitativa, foram verificadas as percepções nos diferentes níveis funcionais e
as barreiras para orientação ao mercado na organização. A análise dos dados permitiu
identificar que o sistema está focado  em responder ao mercado, gerando e disseminando
pouca inteligência de mercado. As análises bivariada e multivariada (regressão logística)
dos dados permitiram identificar que nos diversos níveis hierárquicos ocorrem percepções
diferenciadas sobre o grau de orientação para o mercado e as barreiras para sua efetivação,
bem como foram identificadas as variáveis  que mais contribuem para uma alta ou baixa
orientação para o mercado nos diversos níveis hierárquicos. Dentre as barreiras
identificadas observa-se um “esquecimento do mercado”  e uma “baixa disseminação da
inteligência do mercado”.

Palavras-chave


Orientação para mercado; Sicredi; Sistema cooperativo.

Texto completo:

Artigo


DOI: https://doi.org/10.14488/1676-1901.v5i4.382

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


R. Eletr. de Eng. de Produção e Correlatas - ISSN 1676-1901 Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. © 2002 / Todos os direitos reservados Associação Brasileira de Engenharia de Produção (ABEPRO) Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).                           Contato: producaoonline@gmail.com