Proposta de melhoria em um pronto atendimento integrando a abordagem lean e a dinâmica de sistemas

Francisca Goedert Heiderscheidt, Fernando Antônio Forcellini, Rafael Ariente Neto

Resumo


A saúde é direito de todos e deve oferecer uma atenção que proporcione satisfação ao paciente, contudo, os sistemas de saúde são repletos de ineficiências. O lean é um conjunto de princípios os quais visam criar o máximo de valor do ponto de vista dos consumidores, consumindo o mínimo de recursos. A abordagem lean voltada a serviços de saúde é conhecida como lean healthcare. Dentre as instituições provedoras de saúde, encontra-se um pronto atendimento em que há insatisfação dos pacientes por conta do desempenho comprometido do sistema e a partir de um diagnóstico dessa situação atual, desenvolveu-se este trabalho. Assim, o objetivo do presente estudo é propor melhorias em um pronto atendimento, utilizando a dinâmica de sistemas e o mapeamento do fluxo de valor. Entre o diagnóstico de como a situação está acontecendo na atualidade e de como essa deveria ser, empregou-se os conceitos da dinâmica de sistemas que por meio da modelagem dinâmica auxilia a compreensão de como o sistema em foco evolui no tempo e como mudanças em suas partes afetam todo o seu comportamento, além de auxiliar a propor uma condição futura ideal contendo melhorias com maiores chances de serem bem sucedidas em suas implementações. 


Palavras-chave


Lean Healthcare. Mapeamento do Fluxo de Valor. Dinâmica de Sistemas. Modelagem Dinâmica. Pronto Atendimento.

Texto completo:

PDF ♪ÁUDIO♪

Referências


ARIENTE NETO, Rafael. Modelo para avaliar o comportamento dinâmico da agregação de serviços no contexto de PSS. 2013. 230 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Mecânica) - Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2013.

ARRUDA, I. M.; LUNA, V. M. S. Lean Service: a abordagem do Lean System aplicada no setor de serviços. In: ENCONTRO NACIONAL DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO, 26., 2006. [Anais...]. Fortaleza, CE, 2006.

CHIOCCA, D.; GUIZZI, G.; MURINO, T.; REVETRIA, R.; ROMANO, E. A Methodology for Supporting Lean Healthcare. Modern Advances in Intelligent Systems and Tools. p. 93–99, 2012. https://doi.org/10.1007/978-3-642-30732-4_12

COOKSON, D.; READ, C.; MUKHERJEE, P.; COOKE, M. Improving the quality of Emergency Department care by removing waste using Lean Value Stream mapping. The International Journal of Clinical Leadership. v. 17, p. 25–30, 2011.

FORRESTER, J. W.; SENGE, P. M. Test for Building Confidence in

System Dynamics Models. TIMS studies in the Management Sciences, n.14, p. 209-228, 1980.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2010.

GRABAN, M. Hospitais Lean: melhorando a qualidade, a segurança dos pacientes e o envolvimento dos funcionários. Tradução: Raul Rübenich. Porto Alegre: Bookman, 2013.

LEAN INSTITUTE BRASIL. Expandindo cada vez mais as fronteiras do lean. 2012. Disponível em: http://www.lean.org.br/leanmail/117/expandindo-cada-vez-mais-as-fronteiras-do-lean.aspx. Acesso em: 31 ago. 2014.

MARTIN, L. A. The first step. Technical Report D-4694, Massachusetts Institute of Technology System Dynamics in Education Project, 1997.

OHNO, T. O Sistema Toyota de Produção além da produção em larga escala. Porto Alegre: Bookman, 1997.

PRODANOV, C. C. Metodologia do trabalho científico [recurso eletrônico] : métodos e técnicas da pesquisa e do trabalho acadêmico / Cleber Cristiano Prodanov, Ernani Cesar de Freitas, 2. ed. Novo Hamburgo: Feevale, 2013.

ROTHER, M., SHOOK J. Aprendendo a enxergar: mapeando o fluxo de valor para agregar valor e eliminar o desperdício - manual de trabalho de uma ferramenta enxuta. Lean Institute Brasil, 2007.

STERMAN, J. D. Business dynamics: systems thinking and modeling for a complex world. McGraw-Hill. p. 982. 2000.

VENTANA SYSTEM. Vensim software. Disponível em: http://www.vensim.com/. Acesso em: 20 jul. 2014.

WHO. World Health Organizaton. Mental health: a state of well-being. Disponível em: http://www.who.int/features/factfiles/mental_health/en/. Acesso em: 30 jun. 2018.

WOMACK, J. P.; JONES, D. T. A mentalidade enxuta nas empresas: elimine o desperdício e crie riqueza. Tradução: Ana Beatriz Rodrigues, Priscilla Martins Celeste. Rio de Janeiro: Elsevier, 2004.

WORTH, J.; SHUKER, T.; KEYTE, B.; OHAUS, K.; LUCKMAN, J.; VERBLE, D.; PALUSKA, K.; NICKEL, T. Aperfeiçoando a Jornada do Paciente: melhorando a segurança do paciente, a qualidade e a satisfação enquanto desenvolvemos a habilidade para resolver problemas. São Paulo: Lean Institute Brasil, 2013.




DOI: https://doi.org/10.14488/1676-1901.v19i4.3337

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


R. Eletr. de Eng. de Produção e Correlatas - ISSN 1676-1901 Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. © 2002 / Todos os direitos reservados Associação Brasileira de Engenharia de Produção (ABEPRO) Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).                           Contato: producaoonline@gmail.com