O PRODUTO COMO CAUSADOR DE ACIDENTES

Autores

  • Widomar Carpes Jr CEFET/SC - Centro Federal de Educação Tecnológica
  • Ingeborg Sell FURB - Universidade Regional de Blumenau

DOI:

https://doi.org/10.14488/1676-1901.v4i2.305

Palavras-chave:

Acidentes, Análise da Segurança do Produto, Produtos Perigosos.

Resumo

Neste artigo analisa-se a contribuição dos produtos para a geração de acidentes, apresentando-se estatísticas de acidentes de trabalho, de trânsito e aeronáuticos. Além disso, para melhor ilustrar a relação entre produtos e a ocorrência de acidentes, alguns casos de acidentes ocorridos e divulgados pela mídia são comentados. As estatísticas e os casos comentados demonstram a importância do estudo dos acidentes envolvendo produtos, evidenciando que praticamente todos os acidentes estão relacionados com o uso de produtos industrializados. Então, se analisa histórica e criticamente as principais teorias de acidentes de trabalho, porque são as únicas teorias existentes em relação aos acidentes. Além delas, são analisados os diversos conceitos sobre o erro humano e sua ocorrência, pois estes são apontados como grandes causadores de acidentes. Nesta análise, se observa que os acidentes estão mais relacionados aos perigos ou às características perigosas dos produtos do que às atitudes e ao comportamento do usuário. Faz-se uma revisão dos conceitos associados aos acidentes, tais como perigo, risco, acidente e dano, a partir dos quais apresenta-se um fluxograma contendo os elementos necessários para a manifestação dos acidentes. Ao final, conclui-se que a participação dos produtos na ocorrência de acidentes é evidente e que o comportamento do usuário é dependente das características do produto e da situação na qual ele é utilizado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2004-06-10

Como Citar

Carpes Jr, W., & Sell, I. (2004). O PRODUTO COMO CAUSADOR DE ACIDENTES. Revista Produção Online, 4(2). https://doi.org/10.14488/1676-1901.v4i2.305

Edição

Seção

Artigos