Diagnóstico dos processos de homologação e certificação de produtos de natureza cibernética: perspectivas para a construção de um sistema nacional

Sanderson César Macêdo Barbalho, Simone Borges Simão Monteiro, Ana Carla Bittencourt Reis, Rhoxanna Crhistianth Farago Miranda

Resumo


O uso de computadores, tablets, smartphones, relógios inteligentes, smartmeters, sistemas GPS e assim por diante, traz um benefício comum a todos aqueles que acessam tais tecnologias, porém, ao mesmo tempo, tais sistemas têm uma influência fundamental no aspecto da privacidade do indivíduo. Desta forma, torna-se premente em nossa sociedade ter um sistema que permita homologar e certificar produtos de natureza cibernética. O presente artigo tem como objetivo retratar um diagnóstico dos processos de homologação e certificação de produtos de natureza cibernética que são usados por órgãos da administração central e pelas forças armadas, com vistas a desenvolver um Sistema Nacional de homologação e certificação desse tipo de produto. A fim de desenvolver o diagnóstico foram realizadas pesquisas documentais em órgãos responsáveis pela certificação de produtos tecnológicos e foram realizados estudos de caso em cinco organizações públicas e privadas. Os resultados desses estudos foram sistematizados para serem validados em grupo focal com especialistas. Demonstrou-se uma visão compartilhada pelas empresas e órgãos quanto ao aspecto da certificação de produtos, mas não houve um entendimento consensual sobre a homologação. Foram identificados ainda processos realizados por órgãos governamentais que fogem ao escopo tradicional da homologação de produtos na literatura científica.


Palavras-chave


Homologação de produtos. Certificação de produtos. Desenvolvimento de produtos. Cibernética. Mecatrônica.

Texto completo:

PDF ♪ÁUDIO♪

Referências


ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR ISO/IEC 17025:2005 Versão Corrigida 2:2006: Requisitos gerais para competência de laboratórios de ensaio e calibração. Rio de Janeiro: ABNT, 2005. 38 p.

BARBALHO, S. C. M. Modelo de referência para o desenvolvimento de produtos mecatrônicos: conceitos e aplicações práticas. 1. ed. Düsseldorf: Nova Edições Acadêmicas, 2016. v. 1. 225p.

BARBALHO, S. C. M.; NITZSCHE, M. C. M.; DANTAS, A. S. Melhoria de processos na gestão pública: uma pesquisa-ação com foco nas atividades administrativas de um programa de intercâmbio estudantil de uma universidade pública. Revista Produção Online, v. 17, p. 406-439, 2017. http://dx.doi.org/10.14488/1676-1901.v17i2.2314.

BARBALHO, S. C. M.; ROZENFELD, H. Modelo de referência para o processo de desenvolvimento de produtos mecatrônicos (MRM): validação e resultados de uso. Gestão & Produção (UFSCAR. Impresso), v. 20, p. 162-179, 2013. http://dx.doi.org/10.1590/S0104-530X2013000100012

BRADLEY, D.A. et al. Mechatronics: electronics in products and processes. London, United Kingdom, Chapman and Hall, 1991.

BRASIL. Estratégia nacional de defesa. Brasília: MD, 18 dez. 2008. Disponível em: .

CLARK, K. B.; FUJIMOTO, T. Product development performance: strategy, organization and management in the world auto industry. Harvard Business School Press, Boston, Massachussets, United States, 1991.

COELHO, Manuel; SILVA, Rui. Trustiness Certification of Information Technology Equipment. International Journal of Computer Science and Network Security(IJCSNS), v.13, n. 1, p.35-42, 2013.

COLARIK, A.; JANCZEWSKI, L. Developing a grand strategy for cyber war. Proceedings of the 17th International Conference on Information Assurance and Security, 2011. http://dx.doi.org/10.1109/ISIAS.2011.6122794.

DENKER G. et al. Resilient dependable cyber-physical systems: a middleware Perspective, Journal of Internet Service Appliances, n. 3, p. 41–49, 2012. http://dx.doi.org/10.1007/s13174-011-0057-4

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

GLOSSÁRIO ICP¬BRASIL, Versão 1.2, 03.10.2007. Disponível: http://www.ipc.org/ContentPage.aspx?pageid=Standards

HAENI, R.E. Information warfare: an introduction. Washington DC, 1997.

INTERNATIONAL ORGANIZATION FOR STARDATIZATION. ISO/IEC 27032:2012: information technology - security techniques - guidelines for cybersecurity.50 p. ISO, 2012.

LI, Z.; QING, W.; BIN, T. Security threats and measures for the cyber-physical systems. The Journal of China Universities of Posts and Telecommunications, v. 20, n.1, p. 25-29, 2013. http://dx.doi.org/10.1016/S1005-8885(13)60254-X

LOBATO, L.; KENKEL, K. M. A Ciberguerra é moderna! Uma investigação sobre a relação entre tecnologia e modernização na guerra. Contexto Internacional, PUC, v.37, nº2, p.629-660, 2015. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0102-85292015000200010.

MIN, K.; CHAI. S.; HAN, M. An International Comparative Study on Cyber Security Strategy. International Journal of Security and Its Applications. v. 9, n. 2, p. 13-20, 2015. http://dx.doi.org/10.14257/ijsia.2015.9.2.02

NATIONAL INSTITUTE OF STANDARDS AND TECHNOLOGY. CPS PWG Draft Framework Cyber-Physical Systems. Release 0.8. Cyber Physical Systems Public Working Group, Washington, DC. 2015

NEUMANN, P. G.The Risks Digest: Forum on Risks to the Public in Computers and Related Systems [Internet]. 2014. Disponível: http://catless.ncl.ac.uk/Risks/

PAGAN, R.P.; SILVA, C.E.S.; MELLO, C.H.P. Projeto conceitual no processo de desenvolvimento de produtos eletroeletrônicos: estudo de caso em empresas incubadas. Revista Produção Online, Florianópolis, SC, v.13, n. 3, p. 1089-1117, 2013. DOI: http://dx.doi.org/10.14488/1676-1901.v13i3.1402

PINHEIRO, N.M.G.; SANTOS, A.P.L.; CLETO, M.G. Proposta de modelo de desenvolvimento de produtos focada na metodologia de certificação CE. Revista Produção Online, v.15, p.972-979, 2015. DOI: http://dx.doi.org/10.14488/1676-1901.v15i3.1942

PUGH, S. Total design: integrated methods for successful product engineering. Addison Wesley, London, United Kingdom, 1990.

ROZENFELD, H. et al. Gestão de desenvolvimento de produtos. São Paulo/SP: Editora Saraiva, 2006.

SALGADO, E.G.; SALOMON, V.A.P.; MELLO, C.H.P.; FASS, F.M.D.; XAVIER, A.F. Modelos de referência para o desenvolvimento de produtos: classificação, análise e sugestões para pesquisas futuras. Revista Produção Online, v.10, n.4, p. 886-911, 2010. http://dx.doi.org/10.14488/1676-1901.v10i4.520.

SHAFQAT, N.; MASSOD, A. Comparative Analysis of Various National Cyber Security Strategies. International Journal of Computer Science and Information Security. v. 14, n. 1, p. 129-136, 2016. http://dx.doi.org/ security/ 10.1787/5k8zq92vdgtl-em

TARALLO, F. B.; AMARAL D. C. Práticas e desafios na preparação da produção em projetos de novos produtos de higiene pessoal. Produção, v. 18, n. 3, set./dez. 2008, p. 556-568. http://dx.doi.org/10.1590/S0103-65132008000300011.

TINTINAGO, D. A. I.; TRAJANO, J. P. G.; BARBALHO, S. C. M. Aplicação das fases de otimização e de homologação do modelo de referência mecatrônico a um sistema de controle automático de acesso. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE GESTÃO DA INOVAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE PRODUTOS, 10., 2015. Anais... Itajubá, 2015.

VARANDAS JR. A.; MIGUEL. P. A. C.; Análise do processo de preparação da produção no desenvolvimento de novos produtos por meio de um estudo de caso em uma empresa do setor siderúrgico. Produção, v. 22, n. 2, p. 185-200, 2012. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0103-65132012005000012.

WHEELWRIGHT, S. C.; CLARK, K. B. Revolutionizing product development process: quantum leaps in speed, efficiency, and quality. New York, United States, The Free Press, 1992.

WIENER, Norbert. Cibernética e sociedade: o uso humano dos seres humanos. 3. ed. São Paulo: Cultrix, 1984.

WU, F.; KAO, Y.; TSENG, Y. From wireless sensor networks towards cyber- physical systems. Pervasive and Mobile Computing, v.7, p.397-413, 2011. http://dx.doi.org/10.1016/j.pmcj.2011.03.003

YIN, R. K. Estudo de caso: planejamento e métodos. Porto Alegre: Bookmann, 2010.




DOI: https://doi.org/10.14488/1676-1901.v18i2.2789

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


R. Eletr. de Eng. de Produção e Correlatas - ISSN 1676-1901 Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. © 2002 / Todos os direitos reservados Associação Brasileira de Engenharia de Produção (ABEPRO) Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).                           Contato: producaoonline@gmail.com