A qualificação profissional sob enfoque da psicologia do trabalho: estudo histórico em uma instituição de ensino tecnológico

Alexandre de Carvalho Castro, Natalia Campanha Silva Madureira, Georgia de Souza Assumpção, Vinicius dos Santos Carvalho

Resumo


Este estudo aborda questões relativas à qualificação profissional e aos fatores humanos no trabalho. O objetivo do artigo foi o de analisar o uso do teste mental, nas décadas de 1940 e 1950, como forma de avaliar aptidões específicas dos alunos na Escola Técnica Nacional (ETN), a partir da perspectiva da Psicologia do Trabalho e de uma metodologia qualitativa de análise documental exploratório-descritiva. Os resultados obtidos mostraram que na ETN, os exames vestibulares, a partir de 1942, passaram a incluir a obrigatoriedade do teste de nível mental, porque se o candidato não apresentasse aptidão para o ensino técnico, não poderia ser matriculado. No entanto, em que pese a ênfase nesse teste mental, a gestão desse processo de ensino foi truncada e inconsistente, muito embora prevalecesse, no contexto do taylorismo, um discurso em prol da relevância de uma avaliação objetiva e científica das aptidões dos trabalhadores.


Palavras-chave


Qualificação profissional. Fatores humanos no trabalho. Escola Técnica Nacional. Taylorismo. Psicologia do Trabalho.

Texto completo:

PDF ♪ÁUDIO♪

Referências


AU, Wayne. Teaching under the new Taylorism: High‐stakes testing and the standardization of the 21st century curriculum. Journal of Curriculum Studies, London, v. 43, n. 1, p. 25-45, 2011. https://doi.org/10.1080/00220272.2010.521261

BAKHTIN, M., Marxismo e Filosofia da Linguagem. 16. Ed. São Paulo, Hucitec. 2009.

BRANDÃO, Marisa. CEFET Celso Suckow e Algumas Transformações Históricas na Formação Profissional. Trabalho Necessário, Niterói, v. 7, n.8, p. 20-27, 2009.

CARVALHO, Anna Cristina Barbosa Dias de; PORTO, Arthur José Vieira; BELHOT, Renato Vairo. Aprendizagem significativa no ensino de engenharia. Prod., São Paulo, v. 11, n. 1, p. 81-90, 2001.

CASTRO, A. C.. Escola Técnica Nacional (CEFET-RJ). In: Jacó- Vilela, A. M.. (Org.). Dicionário de Instituições da Psicologia no Brasil. Rio de Janeiro: Imago, 2011a. p. 100-102.

CASTRO, A. C.. DASP. In: Jacó-Vilela, A. M.. (Org.). Dicionário Histórico de Instituições da Psicologia no Brasil. Rio de Janeiro: Imago, 2011b. p. 141-142.

CASTRO, Alexandre de Carvalho; PORTUGAL, Francisco Teixeira; JACO-VILELA, Ana Maria. Proposição bakhtiniana para análise da produção em psicologia. Psicol. estud., Maringá, v. 16, n. 1, p. 91-99, 2011.

CASTRO, A. C.; CASTRO, A. G.; JOSEPHSON, S. C.; JACO-VILELA, A. M. . Medir, classificar e diferenciar. In: Ana Maria Jacó-Vilela; Arthur Ferreira Leal; Francisco Teixeira Portugal. (Org.). História da Psicologia: Rumos e Percursos. Rio de Janeiro: Nau editora, 2006. p. 265-290.

DIAS, Demósthenes de Oliveira. Estudo documentário e histórico sobre a Escola Técnica Federal Celso Suckow da Fonseca. Rio de Janeiro: CEFET-RJ, 1980.

DINA, A. A fábrica automática e a organização do trabalho. Petrópolis: Vozes/Ibase, 1987.

FONSECA, Celso Suckow da. História do Ensino Industrial no Brasil. 2 vol. Rio de Janeiro: Escola Técnica Nacional, 1961.

FONSECA, Pedro Cezar Dutra; HAINES, Andrés Ferrari. Desenvolvimentismo e política econômica: um cotejo entre Vargas e Perón. Economia e Sociedade, v. 21, n. 4, p. 1043-1074, 2015.

FURLANETTO, Egidio Luiz; NETO, Henri Geraldo Malzac; NEVES, Cleiber Pereira. Engenharia de Produção no Brasil: reflexões acerca da atualização dos currículos dos cursos de graduação. Revista Gestão Industrial, Curitiba, v. 2, n. 4, 2006.

JACO-VILELA, Ana Maria; RODRIGUES, Igor Teo. Emilio Mira y López: uma ciência para além da academia. Arq. bras. psicol., Rio de Janeiro, v.66, n.3, p.148-159, 2014.

LINS, Leonardo Melo et al. Escassez de engenheiros no Brasil? Uma proposta de sistematização do debate. Novos estud.-CEBRAP, São Paulo, n.98, p.43-67, 2014.

LUIZ, Natália Mattos; COSTA, Aline Franco da; COSTA, Helder Gomes. Influência da graduação em engenharia de produção no perfil dos seus egressos: percepções discentes. Avaliação, Campinas/Sorocaba, v.15, n.1, p. 101-120, 2010.

MANCEBO, Deise. Formação em psicologia: gênese e primeiros desenvolvimentos. In: Ana Maria Jacó-Vilela; Heliana de Barros Conde Rodrigues. (Org.). Clio-Psyché: histórias da psicologia no Brasil. Rio de Janeiro: UERJ/NAPE, 1999, v. 1, p. 93-120.

MARTINS, Hildeberto Vieira. Uma história da psicologia em revista: retomando Mira y López. Arq. bras. psicol., Rio de Janeiro, v. 66, n. 3, p. 5-19, 2014.

MORAIS, A. et al. Avaliação e perspectivas em ciência e tecnologia na área de engenharia de produção. Prod., São Paulo, v. 1, n. 1, p. 23-39, 1991.

SANTOS, Fernando César Almada. Potencialidades de mudanças na graduação em Engenharia de Produção geradas pelas diretrizes curriculares. Revista Produção, São Paulo, v. 13, n. 1, p. 26-39, 2003.

SANTOS, Sara Rios Bambirra; DA SILVA, Maria Aparecida. Os cursos de engenharia no Brasil e as transformações nos processos produtivos-do século XIX aos primórdios do século XXI. Educação em Foco, Belo Horizonte, v. 2, n. 12, p. 21-35, 2008.

SANTOS, O. Barros O Teste DEP. São Paulo: Departamento de Ensino Profissional, 1952.

SANTOS, O. Barros. O teste Senai - AG-3. Arquivos Brasileiros de Psicotécnica, Rio de Janeiro, v. 11, n. 3/4, p. 33-55, 1959.

SILVEIRA, Zuleide. Simas da . Algmas iniciativas em torno do regate e preservação da memória do CEFET Celso Suckow da Fonseca. Trabalho Necessário, Niterói, v. 7, p. 1-32, 2009.

TAYLOR, Frederick W. Princípios de administração científica. Trad. Arlindo Viera Ramos. São Paulo: Atlas, 1963 [1911].

WITZEL, Morgen et al. Taylorism revisited: Culture, management theory and paradigm-shift. Journal of General Management, London, v. 40, n. 3, p. 55-69, 2015. https://doi.org/10.1177/030630701504000305




DOI: https://doi.org/10.14488/1676-1901.v18i1.2746

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


R. Eletr. de Eng. de Produção e Correlatas - ISSN 1676-1901 Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. © 2002 / Todos os direitos reservados Associação Brasileira de Engenharia de Produção (ABEPRO) Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).                           Contato: producaoonline@gmail.com