Avaliação da inadimplência em instituições de ensino privadas: aplicação da resolução 2682/99 do Banco Central do Brasil

Edson Erthal de Medeiros, Wesley Vieira da Silva, Luiz Carlos Duclós

Resumo


O objetivo deste trabalho é aplicar a Resolução 2682/99 do BB para a identificação das matrículas inadimplentes por faixa de atraso e cálculo de uma possível Provisão Para Devedores Duvidosos. O estudo se caracteriza como uma pesquisa qualitativa descritiva. Foram analisadas 21 IPEFMs no Estado do Paraná / Brasil, pertencentes a uma mantenedora, utilizando os critérios constantes na referida resolução para os anos de 2004, 2005 e 2006. A comparação ano a ano dos resultados obtidos com os valores calculados pelo critério de Perdas Líquidas e Perdas Potenciais, conclui que somente a aplicação da resolução 2682/99 não é totalmente compatível com as características dos créditos de uma IPEFM ou mantenedora. Há indícios de que a probabilidade de perda potencial calculada para o ano de 2004 foi de 2,45%, no ano de 2005 de 2,01% e no ano de 2006 de 1,17%, confirmando sua redução ao longo do tempo.

Palavras-chave


resolução 2682/99, inadimplência, instituições de ensino

Texto completo:

artigo como citar ♪audio♪


DOI: https://doi.org/10.14488/1676-1901.v9i2.269

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


R. Eletr. de Eng. de Produção e Correlatas - ISSN 1676-1901 Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. © 2002 / Todos os direitos reservados Associação Brasileira de Engenharia de Produção (ABEPRO) Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).                           Contato: producaoonline@gmail.com