Índice de potencialidade socioeconômica, produtiva e ambiental de comunidades pesqueiras situadas no norte do Estado do Espírito Santo (IPSPA - Norte)

Vanielle Aparecida do Patrocinio Gomes, Rodrigo Randow de Freitas

Resumo


A atividade pesqueira tem crescido nas últimas décadas, sendo que no estado do Espírito Santo a pesca artesanal se destaca. Mesmo com a geração de empregos, renda e alimentos são identificados pontos negativos como a degradação do meio ambiente, sobre-exploração, redução dos estoques marinhos e estuarinos, e ainda a alta taxa de analfabetismo dos pescadores. Este estudo vem identificar as potencialidades e vulnerabilidades da atividade na região norte do estado do Espírito Santo, comparando os munícipios costeiros que o compõe, sendo eles Conceição da Barra, São Mateus e Linhares. Para isso, utilizou-se o Método Analytic Hierarchy Process (AHP) para hierarquizar tais municípios quanto ao potencial desenvolvimento e a assim, foi realizada a análise do ambiente com a utilização de uma matriz para análise de cenários (SWOT). Os resultados apontaram que devido a importância que os entrevistados deram ao subíndice produtivo, o município de Conceição da Barra sobressaiu-se à ordem prioritária do objetivo de definir o município no litoral norte do estado do Espírito Santo com maior Índice de Potencialidade Socioeconômica, Produtiva e Ambiental na atividade pesqueira, por apresentar dados quantitativos relacionados a esse subíndice superiores aos demais municípios. No entanto, quando realizada a análise para cada subíndice separadamente, Conceição da Barra aparece em última colocação, apresentando-se vulnerável às questões Ambientais, Sociais e Econômicas.


Palavras-chave


Atividade Pesqueira. Matriz SWOT. Método AHP. Potencial.

Texto completo:

PDF ♪ÁUDIO♪

Referências


ABDALLAH, P. R.; BACHA, C. J. C. Evolução da atividade pesqueira no Brasil: 1960-1994. Teoria e Evidência Econômica, v. 7, n. 13, p. 9 - 24. 1999. http://dx.doi.org/10.5335/rtee.v7i13.4803

ARTUSO, A. R.; CHAVES NETO, A. Identificação de fatores relevantes e construção de portfólio diversificado no mercado acionário brasileiro. Revista Produção Online, v. 12, n. 4, p.1002-1030. 2012. http://dx.doi.org/10.14488/1676-1901.v12i4.997

BERZINS, L. J. Avaliação de Desempenho pelo AHP, através do superdecisions; Caso Inmetro. 2009. 159 f. Dissertação (Mestrado em Administração) - Faculdades IBMEC, Rio de Janeiro, 2009.

BRASIL. MMA – Espírito Santo. In: GUALDA, R.E.C. (coord.). Conservação ambiental no brasil. relatório de atividades (1991/96), Proteção de Ecossistemas, 3 - Zona Costeira [on-line], MMA - Ministério do Meio Ambiente, Brasília, DF, Brasil. 1997. Disponível em: . Acesso em: 14 ago. 2015.

BRASIL. IBAMA - Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis. In: Estatística da Pesca 2006 BRASIL: Grandes regiões e unidades da Federação, Brasil, p. 174. 2008.

BRASIL. IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Cidades@. Censo 2010. 2010. Disponível em: . Acesso em: 25 ago. 2015.

BRASIL. MPA - Ministério da Pesca e Agricultura. Pesca artesanal. 2014. Disponível em: . Acesso em: 05 ago. 2015.

CHIAVENATO, I. Introdução à teoria geral da administração. 7. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2003. 650 p.

DANTAS, N. G. S.; MELO, R. S. O método de análise SWOT como ferramenta para promover o diagnóstico turístico de um local: o caso do município de Itabaiana / PB. Caderno Virtual de Turismo, v. 8, n. 1, p. 118 - 130. 2008.

DIAS, T. L. P.; ROSA, R. S.; DAMASCENO, L. C. P. Aspectos socioeconômicos, percepção ambiental e perspectivas das mulheres marisqueiras da Reserva de Desenvolvimento Sustentável Ponta do Tubarão (Rio Grande do Norte, Brasil). Gaia Scientia, v. 1, n. 1, p. 25 - 35. 2007. http://dx.doi.org/10.21707/gs.v1i1.2225

EVANGELISTA - BARRETO, N. S.; DALTRO, A. C. S.; SILVA, I. P.; BERNARDES, F. S. Indicadores socioeconômicos e percepção ambiental de pescadores em São Francisco do Conde, Bahia. Bol. Inst. Pesca, v. 40, n. 3, p. 459 - 470. 2014.

FAO. Fisheries and Aquaculture Department Food and Agriculture Organization of The United Nations. The state of world fisheries and aquaculture. Rome, 2010. 180 p.

FAO - Fisheries and Aquaculture Department Food and Agriculture Organization of The United Nations. The state of world fisheries and aquaculture. Rome, 2012. 219 p.

FAO - Fisheries and Aquaculture Department Food and Agriculture Organization of The United Nations. The state of world fisheries and aquaculture. Rome, 2014. 243 p.

FONTOURA, M.; ARAÚJO, T.; SANCHES, L. Caracterização geral do município de São Francisco do Conde. São Francisco do Conde: Prefeitura Municipal de São Francisco do Conde, 2009. 22p.

FUNDAÇÃO PROMAR. Macrodiagnóstico da Pesca Marítima do Estado do Espírito Santo. Relatório Técnico, SEAG - Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Pesca. Vitória, ES, Brasil. 2005. 68p.

GAZZANEO, B. P. B. Pré-seleção de ações para a construção de carteiras eficientes. 2008. 103pp. Dissertação (Mestrado em Administração) - Faculdade IBMEC. 2008.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2002. 176 p.

GOMES, J. V. Jovens urbanos pobres: anotações sobre escolaridade e emprego. Juventude e contemporaneidade: revista brasileira de educação, São Paulo, n. 5/6, p. 53-63, maio/ago.; set./dez. 1997.

GOMES, E. S; BARBOSA E.F. A Técnica de grupos focais para obtenção de dados qualitativos. Instituto de Pesquisa e Inovações Educacionais - Educativa. 2000. Disponível em: . Acesso em: 13 de junho de 2017.

GOMES, V.; JULIO, T. S.; FREITAS, R. R. IPSPA: construção de um índice de potencialidade socioeconômico, produtivo e ambiental pesqueiro utilizando o método AHP. Brazilian Journal of Production Engineering (BJPE), v. 2, p. 72-83, 2016.

GONDIM, S. M. G. Grupos focais como técnica de investigação qualitativa: desafios metodológicos. Paidéia (Ribeirão Preto), v. 12, n. 24, p.149-161. 2002. http://dx.doi.org/10.1590/S0103-863X2002000300004

GUZENSKI, A. L. C. Diagnostico socioeconômico dos trabalhadores das fazendas de cultivo de camarões marinhos do Município de Laguna/SC. 2000. Dissertação (Mestrado em Aquicultura) - Universidade Federal de Santa Catarina, Departamento de Aquicultura, Centro de Ciências Agrárias, Florianópolis, SC, Brasil. Não publicado. 2000.

IERVOLINO, SA.; PELICIONI, MCF. A utilização do grupo focal como metodologia qualitativa na promoção da saúde. Rev Esc Enf USP, v. 35, n.2, p.115-121, jun, 2001. http://dx.doi.org/10.1590/S0080-62342001000200004

JANNUZZI, P. M. Indicadores sociais no Brasil: conceitos, fontes de dados e aplicações. 3. ed. Campinas: Alínea, 2004. 160 p.

JULIO, T. S.; GOMES, V.; FREITAS, R. R. Índice de Potencialidade Socioeconômica, Produtiva e Ambiental da pesca marinha e estuarina na região sul do Espírito Santo (IPSPA-Sul). Espacios (Caracas), v. 37, p. 4-5, 2016.

LACERDA, D. P.; SILVA, E. R. P.; NAVARRO, L. L. L.; OLIVEIRA, N. N. P.; CAULLIRAUX, H. M. Algumas caracterizações dos métodos científicos em Engenharia de Produção: uma análise de periódicos nacionais e internacionais. In: XXVII Encontro Nacional de Engenharia de Produção, 2007, Foz do Iguaçu - PR. Anais... Rio de Janeiro: ABEPRO. 2007.

MARTINS, A.S.; DOXSEY, J.R. Diagnóstico da pesca no estado do Espírito Santo. Relatório Técnico, Institutos do Milênio – RECOS, 2006. 42 p.

MOITA NETO, J. M.; MOITA, G. C. Uma introdução à análise exploratória de dados multivariados. Química Nova, v. 21, n. 4, p. 467 – 469. 1998. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-40421998000400016

MORGAN, D. Focus group as qualitative research: qualitative research methods series. 16. London: Sage Publications, 1997. 21 v.

PEREIRA, J. R.; FERREIRA, P. A.; BOAS, A. A. V.; OLIVEIRA, E. R. de; CARDOSO, R. F. Gestão social dos territórios da cidadania: o zoneamento ecológico-econômico como instrumento de gestão do território noroeste de Minas Gerais, Cad. EBAPE.BR, v.9, n.3, p.724-747. 2011. ISSN 1679-3951. http://dx.doi.org/10.1590/S1679-39512011000300004

PIZETTA, G. T. Avaliação multidimensional dos sistemas pesqueiros da região sul do Espírito Santo, Brasil, e seus indicadores de sustentabilidade. 72 f. Dissertação de Monografia (Graduação em Oceanografia) - Departamento de Ecologia e Recursos Naturais, Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, ES, Brasil. 2004.

RAFAELI, L.; MÜLLER, C. J. Estruturação de um índice consolidado de desempenho utilizando o AHP. Revista Gestão & Produção, v. 14, n. 2, p. 363 - 377. 2007. http://dx.doi.org/10.1590/S0104-530X2007000200013

REIS, L. P.; LADEIRA, M. B.; FERNANDES, J. M.. Contribuição do método analytic hierarchy process (AHP) para auxílio ao processo decisório de terceirizar ou internalizar atividades no contexto de uma empresa de base tecnológica. Revista Produção Online, v. 13, n. 4, p.1325-1354. 2013. http://dx.doi.org/10.14488/1676-1901.v13i4.1326

ROCHA, K. S.; SILVA, R. V.; FREITAS, R. R. Uma análise da percepção ambiental e transformação socioeconômica de uma comunidade de pescadores artesanais em região estuarina no sudeste do Brasil. Revista da Gestão Costeira Integrada, v. 12, n. 4, p. 535 - 543. 2012.

RUY, M.; DE PAULA, V. M. F. Ferramenta Computacional de Apoio ao Ensino do Método de Análise Hierárquica em Cursos de Graduação em Engenharia de Produção. In: XXXII Encontro Nacional de Engenharia de Produção, 2012, Bento Gonçalves - RS. Anais... Bento Gonçalves: ABEPRO. 2012.

SAATY, T. L. The Analytic hierarchy process and health care problems. New York: McGraw - Hill. 1980.

SAATY, T. L. The analytic hierarchy process. New York, NY: Pergamon Press. 1988.

SAATY, T. L. How to make a decision: The analytic hierarchy process. European Journal of Operational Research. Amsterdam, 1990. 17p.

SAATY, T.L. Método de análise hierárquica. McGraw - Hill, Makron Books, São Paulo, SP, Brasil, 1991. 367p.

SAATY, T. L. Decision making with dependence and feedback: the analytic network process, 2 ed. Pittsburgh (USA): RWS, 2001. 370 p.

SANTOS, I. C. A. Cidadania do mundo das águas: manual do professor. Secretaria Municipal de Educação e Cultura. Linhares, 2001. 32 p.

SCHRIPPE, P.; BACK, L.; WEISE, A. D.; KOVALESKI, J. L. Planejamento estratégico: análise SWOT e matriz BCG aplicadas em um centro esportivo wellness e fitness. Revista Espacios, v. 34, n. 5, p. 15. 2013.

SILVA, R. C. da; BUENO, J. L. O.; BIGAND, E.; MOLIN, P. Escala multidimensional aplicada aos estudos de apreciação musical. Paideia, v. 19, n. 43, p.153-158, maio-ago. 2009.

SILVEIRA, M. C.; ANZANELLO, M. J.; ETCHEVERRY, G. V. Programação de produção via seleção de variáveis e simulação de Monte Carlo. Revista Produção Online, v. 14, n. 2, p.764-788. 2014. http://dx.doi.org/10.14488/1676-1901.v14i2.1603

SODRE, F. N. G. A. S.; FREITAS, R. R.; REZENDE, V. L. F. M. Índice de desenvolvimento da atividade de maricultura (IDAM): diagnóstico socioambiental no Estado do Espírito Santo, Brasil. Diversa (Parnaíba), v. 1, p. 15-32, 2008.

SOUSA, C. M. P.; SILVA, L. C. Gestão de processos na cadeia de suprimentos: um estudo de caso numa organização do setor têxtil do agreste de Pernambuco. Revista Produção Online, v. 15, n. 2, p.646-670. 2015. http://dx.doi.org/10.14488/1676-1901.v15i2.1935

STEYVERS, M. Multidimensional scaling. In: Encyclopedia of cognitive science. Nature Publishing Group, Stanford University, Stanford, CA: London, UK, 2002. 4p.

TEIXEIRA, J. B.; LIMA, A. C.; BOECHAT, F. P.; RODRIGUES, R. L.; FREITAS, R. R. Potencialidade social e econômica da pesca e maricultura no Estado do Espírito Santo, Brasil. Revista da Gestão Costeira Integrada, v. 12, n. 4, p. 569-575. 2012. DOI: https://doi.org/10.5894/rgci372

VASCONCELLOS, M.; DIEGUES, A. C.; SALES, R. R. Alguns aspectos relevantes relacionados à pesca artesanal costeira nacional. 2007. Disponível em: . Acesso em: 20 nov. 2015.

VENKATESH, V.; BROWN, S. A.; BALA, H. Bridging the Qualitative-Quantitative Divide: Guidelines for Conducting Mixed Methods Research in Information Systems. MIS quarterly, v. 37, n. 1, p. 21-54, 2013.

VIEGAS, M. C.; MONIZ, A. B.; SANTOS, P. T. Artisanal fishermen contribution for the integrated and sustainable coastal management - application of strategic SWOT analysis. Procedia – Social and Behavioral Sciences, v. 120, p. 257-267. 2014. DOI: 10.1016/j.sbspro.2014.02.103

VILAS BOAS, C. L. Modelo multicritérios de apoio à decisão aplicado ao uso múltiplo de reservatórios: estudo da Barragem do Ribeirão João Leite. 145 f. Dissertação (Mestrado em Economia - Departamento de Economia) - Universidade de Brasília, Brasília. 2006.




DOI: https://doi.org/10.14488/1676-1901.v18i1.2568

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


R. Eletr. de Eng. de Produção e Correlatas - ISSN 1676-1901 Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. © 2002 / Todos os direitos reservados Associação Brasileira de Engenharia de Produção (ABEPRO) Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).                           Contato: producaoonline@gmail.com