Conforto ambiental em sala de aula: análise da percepção térmica dos estudantes de duas regiões e estimação de zonas de conforto

Ruan Eduardo Carneiro Lucas, Luiz Bueno da Silva

Resumo


Entender a relação térmica que existe entre um indivíduo e um ambiente é importante quando se almeja analisar como as condições existentes influenciam nas atividades. No ambiente escolar não é diferente, e entender o comportamento dos estudantes diante dessas condições torna-se fundamental no âmbito educacional. Sendo assim, esse artigo tem como objetivo avaliar o conforto ambiental em dois ambientes de regiões distintas a partir da percepção térmica dos estudantes, e estimar zonas de conforto. Para tal, foi realizado um experimento em um ambiente de ensino na cidade de João Pessoa-PB e outro em São Carlos-SP. A pesquisa foi realizada em três dias, e a temperatura do ar foi manipulada em 20,24 e 28°C. Em cada dia foram aplicados questionários sobre condições térmicas, visando uma análise comparativa das percepções das amostras das duas cidades. Diante disso, concluiu-se que a amostra de estudantes da região nordeste apresentou uma percepção favorável a temperaturas mais elevadas, diferente da amostra da região sudeste, que apontou uma preferência por temperaturas mais baixas. Por fim, contatou-se que a zona de conforto estimada para a amostra da região nordeste variou entre 22°e 24°C; enquanto que a zona de conforto da região sudeste foi para uma temperatura próxima de 23°C.


Palavras-chave


Percepção térmica. Conforto térmico. Ambiente de ensino inteligente. Zona de conforto. Sensação térmica.

Texto completo:

PDF ♪ÁUDIO♪

Referências


ALMEIDA, R. M. S. F.; DE FREITAS, V. P. Indoor environmental quality of classrooms in Southern European climate. Energy and Buildings. v. 81, p.127-140, 2014. https://doi.org/10.1016/j.enbuild.2014.06.020

ASHRAE. Standard 55: thermal environmental conditions for human occupancy. Atlanta: ASHRAE, 2004.

BLATTEIS, C. M. Fisiologia e patofisiologia da regulação da temperatura. São Paulo: EDUSP, 1997.

COCHRAN, W. G. Sampling Techniques. 3. ed. New York: John Wiley & Sons. 1997.

CONCEIÇÃO E. Z. E; LÚCIO M. M. J.R. Evaluation of thermal comfort conditions in a classroom equipped with radiant cooling systems and subjected to uniform convective environment. Applied Mathematical Modelling, v.35, p.1292-1305, 2011. https://doi.org/10.1016/j.apm.2010.09.006

CORGNATI S. P.; ANSALDI R.; FILIPPI M. Thermal comfort in Italian classrooms under free running conditions during mid seasons: Assessment through objective and subjective approaches. Building and Environment. v. 44, p.785-792, 2009. https://doi.org/10.1016/j.buildenv.2008.05.023

COUTINHO, A. S. Conforto térmico e insalubridade térmica em ambientes de trabalho. João Pessoa: Ed. Universitária, 2009.

FANGER, P. O. (1970). Thermal comfort. Copenhagen: Danish Technical Press.

HUSSIN M.; ISMAIL M.R.; AHMAD M.S. Subjective perception of thermal comfort study in air-conditioned university laboratories. Procedia - Social and Behavioral Sciences, v.91, p. 192- 200, 2013. https://doi.org/10.1016/j.sbspro.2013.08.417

INTERNATIONAL ORGANIZATION FOR STANDARD. ISO 7730: moderate thermal environments: determination of the PMV and PPD Indices and Specification of the conditions of Thermal Comfort. Geneva, 2005.

KATAFYGIOTOU M. C.; SERGHIDES D. K. Thermal comfort of a typical secondary school building in Cyprus. Sustainable Cities and Society. v.13, p. 303-312, 2014. https://doi.org/10.1016/j.scs.2014.03.004

LAMBERTS, R.; XAVIER, A. A. P. Conforto térmico e stress térmico. Florianópolis: Universidade Federal de Santa Catarina, 2002.

MISHRA A. K.; RAMGOPAL M. Thermal comfort Field study in undergraduate laboratories – An analysis of occupant perceptions. Building and Environment, v. 76, p. 62 – 72, 2014. https://doi.org/10.1016/j.buildenv.2014.03.005

TELI D.; JENTSCH M. F.; JAMES P. A.B. The role of a building's thermal properties on pupils' thermal comfort in junior school classrooms as determined in field studies. Building and Environment, v. 82, p.640-654, 2014. https://doi.org/10.1016/j.buildenv.2014.10.005

YANG, Y.; LI, B.;LIU, H.; TAN, M.; YAO, R. A study of adaptive thermal comfort in a well-controlled climate chamber. Applied Thermal Engineering. v. 76, p.283-291, fev. 2015. https://doi.org/10.1016/j.applthermaleng.2014.11.004

WANG, Z.;LI, A.;REN, J.;HE, Y.. Thermal adaptation and thermal environment in university classrooms and offices in Harbin. Energy and Buildings, v. 77, p. 192-196, 2014. https://doi.org/10.1016/j.enbuild.2014.03.054




DOI: http://dx.doi.org/10.14488/1676-1901.v17i3.2547

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


R. Eletr. de Eng. de Produção e Correlatas - ISSN 1676-1901 Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. © 2002 / Todos os direitos reservados Associação Brasileira de Engenharia de Produção (ABEPRO) Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).                           Contato: producaoonline@gmail.com