Análise dos elos produtivos e aplicação do método de análise dos modos e efeitos de falhas (FMEA) na pesca artesanal no norte do Espírito Santo, Brasil

Rafael Ferreira Casotti, Bruna Campanharo Batista, Rodrigo Randow de Freitas

Resumo


Estimativas apontam que no mundo existam em torno de 39 milhões de pescadores e 156 milhões de pessoas dependendo indiretamente da pesca - processamento, transporte e comercialização do pescado. Globalmente, 90% dos pescadores estão envolvidos com a pesca de pequena escala – ou artesanal tradicional – sendo que nos países em desenvolvimento, esta proporção é maior. No decorrer dos anos a atividade pesqueira no estado do Espirito Santo tem se tornado uma das principais fontes de renda e oferta de alimentos para um grande número de famílias, principalmente para as pequenas cidades litorâneas. Entretanto, ao analisarmos o estado em que se encontra a atividade, constata-se, por exemplo, uma falta de gestão apropriada, infraestrutura precária e uso de tecnologias obsoletas. Assim, o presente estudo, realizado nas comunidades pesqueiras de Guriri e Barra Nova, todas localizadas em São Mateus, tem como objetivo a análise dos elos da cadeia produtiva bem como a aplicação da metodologia de Análise dos Modos e Efeitos de Falhas (FMEA) nos processos de insumos, produção, beneficiamento e comercialização do pescado. Os resultados mostraram que os problemas encontrados na cadeia produtiva estão ligados principalmente a falta de qualidade no processamento e a falta de incentivos do poder público.

Palavras-chave


Pesca artesanal. Cadeia produtiva. FMEA.

Texto completo:

PDF ♪ÁUDIO♪

Referências


ALBUQUERQUE, E. M. Avaliação da técnica de amostragem “Respondent-driven Sampling” na estimação de prevalências de doenças transmissíveis em populações organizadas em redes complexas. 2009. 99 f. Dissertação (Mestrado em Ciências na área de Saúde Pública) - Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca (ENSP), Fiocruz, Rio de Janeiro 2009.

ARAÚJO, Massilon J. Fundamentos de agronegócios. 1. ed. São Paulo: Atlas, 2003, 147p.

AZEVEDO, Daniela Lange; ROSA, Leandro Cantorski da. A engenharia de produção no agronegócio brasileiro como fator de excelência na capacitação de recursos humanos. Revista Produção Online, [s.l.], v. 3, n. 3, 18 mar. 2003. Associacao Brasileira de Engenharia de Producao - ABEPRO. http://dx.doi.org/10.14488/1676-1901.v3i3.565

BAHIA PESCA. 2013. Extremo Sul da Bahia recebe investimentos em pesca e aquicultura. Disponível on-line em: . Acesso em: 30 março 2016.

BARRETO, J.; LOPES, L.F. Análise de falhas no processo logístico devido a falta de um controle de qualidade. Revista Produção Online. Florianópolis, v.5, n.2, p. 1-25. jun. 2005. DOI: https://doi.org/10.14488/1676-1901.v5i2.331

BATALHA, Mário Otávio. Gestão do agronegócio. São Carlos: EDUFScar, 2005, 465 p.

BEHRMANN, D.G.M.; MIDLEJ, M.M.B.C.; ANDRADE, J.C.P. Cadeia produtiva do pescado no sul da Bahia. In: CONGRESSO INTERNACIONAL DE ADMINISTRAÇÃO, 2013, Ponta Grossa. Anais eletrônicos... Disponível em: < http://www.admpg.com.br/2013/down.php?id=207&q=1> Acesso em: 10 janeiro 2016.

BRASIL. Ministério da Pesca e Aquicultura. Boletim Estatístico da Pesca e Aquicultura 2010. Disponível em . Acesso em 20 outubro de 2015.

BRASIL. Ministério do Meio Ambiente. Estatística da pesca 2007 Brasil: grandes regiões e unidades da federação. Brasília, DF. 2007.

COSTA, C.C.M; OLIVEIRA, L.G.O; LIMA, L.B.C; LÍRIO, V.S.L. A aplicação do método FMEA e suas implicações no planejamento de uma microempresa rural: estudo de caso da Granja Oliveira. Revista Produção Online, Florianópolis, v. 11, n. 3, p. 757-778, set. 2011. DOI: http://dx.doi.org/10.14488/1676-1901.v11i3.765

CROSBY, P. B. The eternally successful organization. New York: McGraw-Hill, 1988.

CROSBY, P.B.. Zero defects. [S.L.]: Quality Progress, 1992.

DAĞSUYU, C.; GÖÇMEN, E.; NARLI, M.; KOKANGÜL, A. Classical and fuzzy FMEA risk analysis in a sterilization unit. Computers & Industrial Engineering, vol. 101, p. 286-294, nov. 2016. https://doi.org/10.1016/j.cie.2016.09.015

DEMING, W.E. Out of the crisis: quality, productivity and competitive position. Cambridge: Cambridge University Press. 1982

DIEGUES, A. C. Pescadores, camponeses e trabalhadores do mar. São Paulo. Editora Ática, 1983. 287 p. Ensaio.

DIEGUES, A. C. A pesca artesanal no litoral brasileiro: cenários e estratégias para sua sobrevivência. Revista Proposta – Experiência em Educação Popular. Rio de Janeiro, FASE, n. 38, p 4-7, 1988.

FAO, The state of world fisheries and aquaculture. Food and Agriculture Organization of the United Nations, Roma, Italia. 2010. 218 p.

FEIGENBAUM, A.V. Total quality control. New York: Mcgraw-hill, 1986.

FIPERJ, Fundação Instituto de Pesca do Estado do Rio de Janeiro. Diagnóstico da pesca do Estado do Rio de Janeiro. Niterói, 2013. 108f

FUNDAÇÃO PROMAR. Macrodiagnóstico da pesca marítima do estado do Espírito Santo. SEAG - Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Pesca. Vitória, ES, 2005. 69 p. (Relatório Técnico).

GIL, Antonio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Editora Atlas, 2002, 176 p.

GIULIETTI, N.; ASSUMPÇÃO, R. Indústria Pesqueira no Brasil. Agricultura em São Paulo, São Paulo, v. 42, n. 2, p. 95 - 127, 1995.

ISHIKAWA, K. What Is total quality control? the japanese way. New York: Prentice-Hall, 1985.

JURAN, Joseph Moses . Planejando para a qualidade. São Paulo: Pioneira, 1990,394 p.

KAUARK, F. S.; MANHÃES, F. C.; MEDEIROS, C. H. Metodologia da pesquisa: um guia prático. Itabuna: Via Litterarum, 2010.

KUBITZA, F. "O mar está prá peixe... prá peixe cultivado". Panorama da aquicultura, Botafogo, v.17, n 100, p. 14-23, 2007.

LACERDA, D. P.; SILVA, E. R. P.; NAVARRO, L. L. L.; OLIVEIRA, N. N. P.; CAULLIRAUX, H. M. Algumas caracterizações dos métodos científicos em Engenharia de Produção: uma análise de periódicos nacionais e internacionais. In: ENCONTRO NACIONAL DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO, 27., 2007, Foz do Iguaçu, PR. Anais... Foz do Iguaçu, ENEGEP, 2007. p 1- 10.

LIMA, I. P. G. O guia azul: aquicultura e pesca no Espírito Santo. Serra, ES: Federação da Agricultura do Estado do Espírito Santo, 2012.

MALDONADO, Simone Carneiro. Pescadores do mar. São Paulo: Editora Ática. 1986.77 p.

MARCONI, Marina de Andrade; LAKATOS, Eva Maria. Fundamentos de metodologia científica. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2003.

MARTINS, N.G.; RODRIGUES, D. A.; RIBEIRO, G. M.; FREITAS, R. R. Avaliação da atividade pesqueira numa comunidade de pescadores artesanais no Espírito Santo, Brasil. Revista de Gestão Costeira Integrada. Vol. 15, n 2, p 265-275, junho, 2015. DOI: https://doi.org/10.5894/rgci514

MONJARDIM, C. Avaliação multidimensional dos sistemas pesqueiros da região central e Norte do ES. 2004. Monografia (Graduação em Oceanografia) – Universidade Federal do Espirito Santo, Vitoria, 2004.

MONTELLA, Maura. Economia, administração contemporânea e engenharia de produção: um estudo da firma. 1. ed. Rio de Janeiro: Qualitymark, 2006.132 p.

MOREIRA JR, W. Alguns aspectos da cadeia produtiva pescado artesanal na região lindeira ao estuário da baixada santista/sp. Periódico Eletrônico Fórum Ambiental da Alta Paulista, v. 6, n. 11, 2010. http://dx.doi.org/10.17271/198008276112010

MORETTI, D. C.; BIGATTO, B. V. Aplicação do FMEA: estudo de caso em uma empresa do setor de transporte de cargas. 2004. Disponível em: . Acesso em: 19 novembro 2015.

OOAKALKAR, A.D; JOSHI. A.G.; OOAKALKAR, D.S. Quality improvement in haemodialysis process using FMEA. International Journal of Quality & Reliability Management, v. 26, n. 8, p. 817-830, 2009. https://doi.org/10.1108/02656710910984183

PADULA, A. D.; CÁNEPA, D. L. Perspectivas de viabilidade de constituição da cadeia produtiva do Biodiesel na visão dos centros de P&D. In: Encontro Nacional da ANPAD, 2004.

PEREIRA, A. C. S. A qualidade do gelo utilizado na conservação dos pescados e sua importância para a qualidade do pescado: estudo de revisão. 2009, Monografia (Especialização Latu sensu em Higiene e Inspeção de Produtos de Origem Animal) - Universidade Castelo Branco, Rio de Janeiro, 2009.

PEREIRA, C. R.; COSTA, M. A. B. Um modelo de simulação de sistemas aplicado à programação da produção de um frigorífico de peixe. Revista Produção Online, Florianópolis, SC, v.12, n. 4, p. 972-1001, out./dez. 2012. DOI: https://doi.org/10.14488/1676-1901.v12i4.994

PINHO, L.A.; AZEVEDO, T. C. FMEA: análise do efeito e modo de falha em serviços: Uma metodologia de prevenção e melhoria dos serviços contábeis. ABCustos, Associação Brasileira de Custos, v. 3, n. 1, p. 1- 20, 2008.

REPEZZA, A.P.; SANTOS, R.B.; PEIXOTO, A.R.; GUIMARÃES, G.; PORTO, G.; EINSTEIN, R. Análise de stakeholders e cadeia de valor para formulação estratégica da apex-brasil. In: CONGRESSO CONSAD DE GESTÃO PÚBLICA, 5., 2012. Anais.... Brasília, 2012.

RIOS, GSL. A pesca artesanal como parte do setor de subsistência - sua abordagem sociológica. In: SEMINÁRIO ALTERNATIVAS DE DESENVOLVIMENTO: PESCA – COLETA E CULTIVO. 1976, São Paulo. Anais... São Paulo, 1977, p. 141-150.

RODRIGUES, J.A.; GIUDICE, D. S. A pesca marítima artesanal como principal atividade socioeconômica: o caso de conceição de vera cruz, BA. Cadernos do Logepa. João Pessoa, v. 6, n.2, p. 115-139, jul/dez, 2011.

RUFINO, J. L. S. Origem e conceito do agronegócio. Informe Agropecuário. Belo Horizonte: Epamig, v. 20, n. 199, p. 17-19, jul/ago, 1999.

SANTANA, A. C de. Agregação de valor na cadeia produtiva da pecuária de corte do Estado do Pará. In: Cadeias Produtivas e Oportunidades de Negócio na Amazônia. SANTANA, A. C. de; AMIN, M.M. Belém: Editora Grapel, 2002, 454 p.

SANTOS, M.A.S. A cadeia produtiva da pesca artesanal no estado do Pará: estudo de caso no nordeste paraense. Amazônia: Ciência & Desenvolvimento, Belém, v.1, n.1, jul. /dez. 2005 p. 61-81.

SECRETARIA ESPECIAL DA PESCA. Noticias: projeto irá desenvolver a pesca artesanal com desenvolvimento sustentável. 2004. Disponível em: < http://www.masrv56.agricultura.gov.br/seap/html/ntsustentavel.htm >. Acesso em: 28 março 2016

SEVERINO, Antônio Joaquim. Metodologia do trabalho científico. 23. ed. rev. e atual. São Paulo: Cortez, 2007, 304 p.

SILVA, A. H. C. Aplicação da metodologia FMEA (Failure Mode and Effect Analysis) para realização de análise de falhas em um sistema de pontes de embarque de um aeroporto. 2007. Disponível em: http://www.abepro.org.br/biblioteca/enegep2007_TR570432_0566.pdf. Acessado em 25 março 2016.

SILVA JR, A.G. Gestão ambiental e da qualidade ambiental no agronegócio. Viçosa: UFV. 2003. 104 p.

SILVA JR, Eneo Alves. Manual de controle higiênico-sanitário em alimentos. 4. ed. São Paulo: Livraria Varela. 2001. 385 p.

SILVA, Liane Márcia Freitas et al. Os reflexos do efeito chicote nos custos logísticos de estoque: o caso de uma empresa componente da cadeia de suprimento de bebidas. Revista Produção Online, v.10, n. 2, p. 342-367, jun.de 2010. DOI: https://doi.org/10.14488/1676-1901.v10i2.401

STAMATIS, D. H. Failure Mode and Effect Analysis: FMEA from theory to execution. 2. ed. ASQC, Milwaukee: Quality Press, 2003. 494 p.

VIANA, M. (Org), Diagnóstico da cadeia produtiva da pesca marítima no Estado do Rio de Janeiro: relatório de Pesquisa. Rio de Janeiro: FAERJ: SEBRAE-RJ, 2009.

ZAMBRANO, T. F.; MARTINS, M. F. Utilização do método FMEA para avaliação do risco ambiental. Gest. Prod. [online]. v.14, n.2, p. 295-309, 2007. http://dx.doi.org/10.1590/S0104-530X2007000200008.




DOI: https://doi.org/10.14488/1676-1901.v17i4.2407

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


R. Eletr. de Eng. de Produção e Correlatas - ISSN 1676-1901 Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. © 2002 / Todos os direitos reservados Associação Brasileira de Engenharia de Produção (ABEPRO) Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).                           Contato: producaoonline@gmail.com