Avaliação econômico-financeira de sistemas de manejo de águas residuárias de origem doméstica em empreendimentos habitacionais

Maria Caroline Carneiro Silva, Joséte Florencio dos Santos

Resumo


O propósito deste estudo é avaliar a viabilidade econômico-financeira dos sistemas de manejo de águas residuárias de origem doméstica em empreendimentos habitacionais de interesse social. Trata-se de dois sistemas compartimentados anaeróbio/aeróbio/anóxica vertical para remoção de carbono e nitrogênio. A análise econômico-financeira do projeto piloto dos sistemas compartimentados foi composta pelo Valor Presente de Custo, Custo Anual Uniforme Equivalente, Entradas de caixa de Breakeven, Análise de sensibilidade e Simulação de Monte Carlo. O resultado da análise tradicional considerou o melhor resultado as premissas “Com Reuso e Sem Investimento Inicial”. De acordo com as entradas de caixa de Breakeven, quanto maior for o custo de capital, maior a entrada de caixa requerida para que o projeto seja viável. Para a análise de sensibilidade, o custo do projeto a valor presente diminui à medida que o custo do capital aumenta, reduzindo, assim, a inviabilidade. No Custo Anual Uniforme Equivalente, nas premissas “sem investimento inicial” e “com investimento inicial” quanto maior o custo de capital, menor e maior o CAUE, respectivamente. Nas simulações de Monte Carlo realizadas, as análises baseadas na interpretação de indicadores tradicionais foram extremamente otimistas, contudo pouco representam a realidade, tanto que a probabilidade de ocorrência é menor que 1%.

Palavras-chave


Sistema compartimentado. Avalição econômico-financeira. Método Tradicional. Análise de risco e incerteza. Simulação de Monte Carlo.

Texto completo:

PDF ♪ÁUDIO♪

Referências


ABREU, V. B. de. Análise da viabilidade econômico-financeira da energia eólica diante do novo contexto do setor elétrico. 2008.96 f. Dissertação (Mestrado em Economia). Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2008.

ANP. Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis. Sistema de levantamento de preços. Disponível em: < http://www.anp.gov.br/preco/prc/Resumo_Por_Estado_Municipio.asp> . Acesso em: 19 jan. 2015.

ASSAF NETO, A. Os métodos quantitativos de análise de investimentos. Caderno de Estudo, n. 06, FIPECAFI: São Paulo, p.79, 1992

________. Plano Nacional de Saneamento Básico é aprovado com previsão de investimento de R$ 508,5 bi até 2030.Disponível em: Acesso em: 09 set. 2014.

________. Lei 11.445/2007. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2007/lei/l11445.htm > Acesso em: 13 dez. 2014.

________.Resolução CONAMA Nº 357/2005. Disponível em: Acesso em: 05 jan. 2015.

________. Portal da Transparência: Rede Nacional De Tratamento De Esgotos Descentralizados (RENTED). Disponível em: Acesso em: 11 fev. 2015.

________. ABNT - NBR 9648 de 1986. Disponível em: Acesso em: 14 de julho de 2015

BITTENCOURT, R.M. Análise de investimento de uma usina termelétrica: uma abordagem determinística e probabilística. 2005.137f. Dissertação ( Mestrado Profissional em Economia). Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2005

BRUNI, A. L.; FAMÁ, R.; SIQUEIRA, J.O.. Análise do risco na avaliação de projetos de investimento: uma aplicação do método de Monte Carlo. Caderno de Pesquisa em Administração, v.1, n. 6,1998.

CELPE. Estrutura tarifária da Celpe. Disponível em: http://servicos.celpe.com.br/residencial-rural/Pages/Alta%20Tens%C3%A3o/tarifas-grupo-a.aspx . Acesso em: 19 jan. 2015

CHERNICHARO, C.A.L. Post-treatment options for the anaerobic treatment of domestic wastewater. Rev. Environmental Science and Biotechnology, v. 5, p.73–92, 2006. https://doi.org/10.1007/s11157-005-5683-5

COMPESA. Estrutura tarifária da Compesa. Disponível em: https://lojavirtual.compesa.com.br:8443/gsan/exibirConsultarEstruturaTarifariaPortalAction.do . Acesso em: 19 jan. 2015

CORREA, E. L. A viabilidade econômica do gás natural. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-graduação em Engenharia de Produção. UFSC. Florianópolis. 2002.

DELTA SANEAMENTO. Saneamento Ambiental através de coleta e tratamento de esgotos. Disponível em: . Acesso em: 19 fev. 2015.

FEESC. Fundação de Ensino e Engenharia de Santa Catarina. Tratamento do esgoto sanitário. Disponível em: Acesso em: 11 fev. 2015

FUNASA.O desafio de universalizar o saneamento rural. n. 10, dez. 2011. Disponível em: http://www.funasa.gov.br/site/wp-content/files_mf/blt_san_rural.pdf . Acesso em:19 jan. 2015

GARBOSSA, L. H. P. et al. Development and Evaluation of a Radial Anaerobic/Aerobic Reactor Treating Organic Matter and Nitrogen in Sewage. Brazilian Journal of Chemical Engineering, v. 22, p. 511–519, 2005. https://doi.org/10.1590/S0104-66322005000400003

LACALLE, M.L et al. Combined Anaerobic/Aerobic (UASB þ UBAF) System for Organic Matter and Nitrogen Removal from a High Strength Industrial Wastewater. Water Science and Technology, v.44, p.255–262, 2001.

LEAL, L. R.; DE OLIVEIRA, M. J. F.. Simulação aplicada ao gerenciamento de projetos: uma revisão. Revista Produção Online, v. 11, n. 2, p. 503-525, 2011. https://doi.org/10.14488/1676-1901.v11i2.737

MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE. Governança ambiental. Disponível em: . Acesso em: 20 nov. 2013.

NAPHI, I.. A framework for the decentralised management of wastewater in Zimbabwe. Physics and Chemistry of the Earth, n. 29, p. 1265–1273, 2004.

OLIVEIRA, M. H. F. A avaliação econômico-financeira de investimentos sob condição de incerteza: uma comparação entre o método de Monte Carlo e o VPL Fuzzy. 2008. 231 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção). Universidade de São Paulo, São Carlos, 2008.

PINDYCK, R. S. Irreversible investment, capacity choice, and the value of the fi rm. American Economic Review, v. 78, n. 5, p. 969-985, 1988.

PORTAL BRASIL. Índice geral de preços do mercado - IGP-M. Disponível em: . Acesso em: 28 fev. 2015.

RITTER, F. et al. Utilização do método monte carlo para avaliação econômica de policultivos de jundiás, carpas e tilápias-do-nilo como uma alternativa de modelo de cultivo de peixes para pequenas propriedades. Revista Produção Online, v. 14, n. 4, p. 1292-1315, 2014. https://doi.org/10.14488/1676-1901.v14i4.1590

ROS, M. J.; VRTOVSEK, B. Wastewater Treatment and Nutrient Removal in the Combined Reactor. Water Science and Technology, v. 38, p.87–95, 1998. https://doi.org/10.1016/S0273-1223(98)00393-X

SANTOS, S. G. et al. Comparative research on the use of methanol, ethanol and methane as electron donors for denitrification. In: Anaerobic digestion. Environmental Engineering Science , v. 21, n.3, p. 313-320, 2004. https://doi.org/10.1089/109287504323066950

TARIFA DA CELPE. Disponível em:

Acesso em: 17 dez. 2014

TAXA DE DEPRECIAÇÃO. Disponível em: Acesso em:17 dez. 2014




DOI: http://dx.doi.org/10.14488/1676-1901.v17i2.2118

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


R. Eletr. de Eng. de Produção e Correlatas - ISSN 1676-1901 Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. © 2002 / Todos os direitos reservados Associação Brasileira de Engenharia de Produção (ABEPRO) Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).                           Contato: producaoonline@gmail.com