A existência do efeito momento no mercado de capitais brasileiro no período compreendido entre 2005 e 2008

Pedro Guilherme Ribeiro Piccoli, Wesley Vieira da Silva, Alceu Souza, Jansen Maia Del Corso

Resumo


Neste artigo são apresentados alguns dos fundamentos das Finanças Comportamentais que contestam o comportamento racional do mercado, opondo-se assim aos pressupostos da Hipótese dos Mercados Eficientes. Especificamente, este artigo analisa a possível existência do chamado Efeito Momento, fenômeno descrito pelas Finanças Comportamentais, dentro do mercado de capitais brasileiro no período compreendido entre Janeiro de 2005 e Julho de 2008. A amostra compreendeu as 50 ações ON mais negociadas na Bovespa, disponíveis no banco de dados do Economática Softwares para Investidores Ltda. Os indicadores utilizados foram os retornos totais e o excesso de retorno em relação ao índice, calculados mensalmente, permitindo a separação entre carteiras vencedoras e perdedoras, calculando-se o retorno médio mensal para cada uma delas. Com base nos retornos médios mensais, realizou-se o teste t-student para duas amostras e comprovou-se estatisticamente a existência do efeito momento no mercado de capitais brasileiro, porém, em intensidade inferior à identificada em estudos similares para o mercado norte-americano.


Palavras-chave


Finanças Comportamentais, Efeito Momento, Mercados Eficientes, Reações do Mercado de Capitais, Banco de Dados.

Texto completo:

artigo ♪audio♪ como citar


DOI: https://doi.org/10.14488/1676-1901.v9i3.195

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


R. Eletr. de Eng. de Produção e Correlatas - ISSN 1676-1901 Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. © 2002 / Todos os direitos reservados Associação Brasileira de Engenharia de Produção (ABEPRO) Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).                           Contato: producaoonline@gmail.com