Uma sistemática para a avaliação de riscos na implantação de produção enxuta

Autores

  • Giuliano Almeida Marodin Professor colaborador do Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção (PPGEP) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)
  • Tarcísio Abreu Saurin Professor Adjunto do Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção (PPGEP) / Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)
  • Diego de Castro Fettermann Professor do Departamento de Ciências Exatas e Tecnológicas - DCET / Universidade Estadual de Santa Cruz

DOI:

https://doi.org/10.14488/1676-1901.v14.i1.1667

Palavras-chave:

Produção Enxuta. Análise de Riscos. Avaliação de riscos.

Resumo

A complexidade organizacional e técnica da implementação dos princípios e práticas enxutas pode tornar o processo em uma jornada demorada e não alcançar os benefícios esperados. O presente artigo argumenta que a avaliação de risco pode auxiliar na compreensão e gestão das principais dificuldades na implementação de Produção Enxuta (IPE), desta forma, aumentando as chances de sucesso dos processos. Uma sistemática para a avaliação de riscos no processo de IPE foi desenvolvida com base em uma revisão de literatura. Tal revisão permitiu adaptar as etapas de avaliação do risco às características da IPE e desenvolver procedimentos de coleta e análise de dados para cada etapa. A teoria de Sistemas Sociotécnicos (STS) foi usada para melhorar a compreensão das características do contexto na sistemática proposta, pois este influência fortemente na avaliação dos riscos e na IPE. A sistemática tem cinco etapas: (a) definição da unidade de análise, (b) descrever o contexto, (c) identificar os riscos; (d) analisar os riscos; e (e) modelar as relações entre os riscos. As limitações e peculiaridades da sistemática de avaliação de riscos na IPE são discutidas nas conclusões.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Giuliano Almeida Marodin, Professor colaborador do Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção (PPGEP) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)

Pesquisador do Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção PPGEP/UFRGS e parceiro regional do Lean Institute Brasil. Mestre, Doutor e Pós-Doutorando em Engenharia de Produção pelo PPGEP/UFRGS. Foi Professor da Escola de Administração da UFRGS, professor visitante na Ohio State University e consultor da Kybernetics Consultoria. Atua desde 2001 na coordenação de projetos de implantação, pesquisa e capacitação em Lean Manufacturing nas áreas de planejamento de produção, logística, suprimentos, manufatura e operações. Dentre os projetos realizados, destaca-se empresas do setor agro-industrial, automotivo, alimentos, auto-peças, construção civil, indústria de fertilizantes, fumageiro, fundição, madeireiro, moveleiro, metal mecânica, metalúrgica, serviços e indústria de processos. 

Tarcísio Abreu Saurin, Professor Adjunto do Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção (PPGEP) / Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)

Pós-doutorado na University of Salford (2012), doutorado em Engenharia de Produção pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2002), mestrado em Engenharia Civil pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1997), Graduação em Engenharia Civil pela Universidade Federal de Santa Maria (1994). Atualmente é professor adjunto IV da Universidade Federal do Rio Grande do Sul no Departamento de Engenharia de Produção e Transportes. Editor associado da revista Produção. Suas pesquisas têm ênfase nos seguintes temas: gestão da segurança e da produção em sistemas complexos; sistemas de produção enxuta e engenharia de resiliência. Nesses temas, atualmente tem participação como coordenador e/ou pesquisador em projetos de pesquisa aplicada junto a empresas dos setores de distribuição e geração de energia elétrica, manufatura e construção civil. Tais projetos contam com auxílio financeiro de empresas privadas e/ou agências de fomento à pesquisa, como FINEP, CNPq, FAPERGS e CYTED

Diego de Castro Fettermann, Professor do Departamento de Ciências Exatas e Tecnológicas - DCET / Universidade Estadual de Santa Cruz

Doutor e mestre em Engenharia de Produção (UFRGS). Professor do curso de Engenharia de Produção da UFRGS em 2012 e atualmente Professor no curso de Engenharia de Produção na Universidade Estadual Santa Cruz (UESC). Revisor do periódico Concurrent Engineering, Produção Online (UFSC) e GEPROS e dos congressos ENEGEP, SIMPOI, SIMPEP e CNEG. Experiência na área de desenvolvimento de novos produtos, atuando principalmente nos seguintes temas: gestão de projetos de produtos, plataforma de produtos, redes de cooperação e Customização em Massa.

Publicado

2014-02-15

Como Citar

Marodin, G. A., Saurin, T. A., & Fettermann, D. de C. (2014). Uma sistemática para a avaliação de riscos na implantação de produção enxuta. Revista Produção Online, 14(1), 364–401. https://doi.org/10.14488/1676-1901.v14.i1.1667

Edição

Seção

Artigos