Avaliação dos riscos do trabalho em altura na construção civil

Letice Dalla Lana, Juliane do Nascimento de Quadros, Andreas Dittmar Weise, Ricardo Pippi Reis, Leandro Cantorski da Rosa, Sandra Medianeira Buligon

Resumo


A construção civil apresenta dados alarmantes em se tratando dos riscos que seus trabalhadores estão submetidos. Riscos maiores ainda apresentam os trabalhos realizados em altura, onde a queda é o maior fator causal de acidentes fatais. Dessa forma as gestões, das empresas responsáveis procuram minimizar esses riscos e para isso tem a seu favor técnicas de avaliação dos riscos operacionais. Nesse artigo, são abordadas três dessas técnicas, a Análise Preliminar de Riscos (APR), Análise da Árvore de Falhas (AAF) e a Técnica de Incidentes Críticos (TIC). O objetivo é determinar qual delas é mais eficiente na avaliação dos riscos de trabalhos em altura na construção civil. A Metodologia usada foi o estudo de caso de três obras em três diferentes construtoras de Santa Maria, RS. Para uma melhor compreensão do fenômeno sugere-se que as técnicas sejam utilizadas em conjunto, porém a TIC propiciou uma melhor análise qualitativa dos incidentes e a APR contribuiu no sentido de já estabelecer os efeitos possíveis que cada risco pode apresentar.


Palavras-chave


Quedas. Acidentes na construção civil. Análise Preliminar de Riscos. Análise da Árvore de Falhas. Técnica de Incidentes Críticos.

Texto completo:

ARTIGO ♪ÁUDIO♪


DOI: http://dx.doi.org/10.14488/1676-1901.v14.i1.1634

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


R. Eletr. de Eng. de Produção e Correlatas - ISSN 1676-1901 Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. © 2002 / Todos os direitos reservados Associação Brasileira de Engenharia de Produção (ABEPRO) Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).                           Contato: producaoonline@gmail.com