Estratégia de manutenção baseada em funções de confiabilidade para uma bomba centrífuga petrolífera

Denis Carlos Mengue, Miguel Afonso Sellitto

Resumo


O objetivo deste artigo foi definir a estratégia de manutenção mais adequada para uma bomba centrífuga (preventiva, preditiva, corretiva ou emergencial), com base em cálculos de confiabilidade. O método de pesquisa foi a modelagem quantitativa, aplicada em uma planta petrolífera. O estudo pode contribuir para o aprimoramento de um modelo estratégico para a gestão da manutenção industrial da planta. Foram levantados, no sistema de informações da empresa, registros de onze anos dos tempos entre falhas e dos tempos para reparo do equipamento. Estes tempos foram modelados por distribuições de probabilidade. A partir dos resultados obtidos, foram calculadas as funções Confiabilidade R(t) e Mantenabilidade M(t). Pela combinação de seus valores esperados (MTBF e MTTR), foi calculada a disponibilidade Av da bomba. Os valores para MTBF, MTTR e Av foram respectivamente 3.936 horas, 133 horas e 96,73%. O fator de forma mais provável da distribuição de Weibull que modelou o tempo até a falha foi de 0,69. Com isso, foi possível afirmar que a bomba está em fase de mortalidade infantil. Pelo referencial teórico da RCM, a estratégia de manutenção indicada é a corretiva. Esta estratégia visa eliminar os defeitos de projeto do equipamento, reforçar os itens que quebraram e remover as causas de origem das falhas.

Palavras-chave


RCM. Confiabilidade. Mantenabilidade. Análise de Weibull. Manutenção.

Texto completo:

ARTIGO ♪ÁUDIO♪


DOI: https://doi.org/10.14488/1676-1901.v13i2.1341

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


R. Eletr. de Eng. de Produção e Correlatas - ISSN 1676-1901 Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. © 2002 / Todos os direitos reservados Associação Brasileira de Engenharia de Produção (ABEPRO) Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).                           Contato: producaoonline@gmail.com