A flexibilidade no contexto do desenvolvimento de fábricas inteligentes

Fernando Augusto Pereira, Ana Julia Dal Forno, Dalvio Ferrari Tubino

Resumo


A globalização e a concorrência entre as empresas estão causando revoluções no desenvolvimento de produtos, reduzindo cada vez mais o seu ciclo de vida. As organizações estão optando por plataformas de produtos mundiais, com estratégias globais. Além da visão mais ampla sobre estratégias corporativas, os mercados mais dinâmicos e a forte concorrência estão impactando nos planejamentos de demanda de médio e curto prazo das empresas. Todas estas características originam turbulências nas organizações, mas também podem trazer oportunidades. Para as empresas introduzirem estas melhorias, é preciso inovar, mudando a forma como planejam e operam suas fábricas. Uma das formas para viabilizar isso é fazendo uso da flexibilidade na manufatura. Neste artigo serão abordados aspectos de flexibilidade, no contexto de faixa, resposta e dimensão, e como as empresas podem aplicar esse benefício para planejar melhor suas fábricas, seus processos produtivos e eliminar desperdícios.

Palavras-chave: Flexibilidade, Sistema Toyota de Produção, Lean Manufacturing, Fábricas Inteligentes, Eliminação de desperdícios.

Texto completo:

Artigo ♪Audio♪


DOI: https://doi.org/10.14488/1676-1901.v8i2.120

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


R. Eletr. de Eng. de Produção e Correlatas - ISSN 1676-1901 Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. © 2002 / Todos os direitos reservados Associação Brasileira de Engenharia de Produção (ABEPRO) Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).                           Contato: producaoonline@gmail.com